8 de novembro de 2012

Órion

۞ ADM Sleipnir


Órion, na mitologia grega, era um gigante, filho do deus Poseidon e da mortal Euríale, uma das filhas do rei Minos de Creta. Caçador extremamente habilidoso, certo dia, aportou na ilha de Quios e, tendo encontrado a jovem Mérope, apaixonou-se perdidamente por ela. Enópion, que era filho do deus Dionísio e pai da jovem, prometeu ao caçador a mão de sua filha, caso ele exterminasse todos os animais perigosos da ilha.

Órion matava as feras todas as noites e depositava suas peles aos pés de Mérope. Quando finalmente acabaram os animais perigosos na ilha, ele cobrou de Enópion o que ele havia lhe prometido, mas este nunca teve a intenção de cumprir o acordo. Assim, Enópion mandou espalhar o boato que haviam ursos e leões nas montanhas criando insegurança para as caravanas.

Desanimado, Órion embebedou-se. Entrou no quarto de Mérope e a violentou. Enfurecido, Enópion pediu ajuda ao seu pai Dionísio, que enviou os sátiros para que fizessem com que Órion ficasse bêbado até a inconsciência. Enópion quando viu o gigante indefeso, vasou-lhe os olhos e abandonou-o à beira-mar.

Um oráculo, entretanto, profetizou que se Órion viajasse para leste até a morada de Hélios no Oceano e o fitasse quando ele fosse iniciar a sua jornada, recobraria a visão. Um aprendiz de Hefesto chamado Cedálion guiou-o até a morada de Hélios, que realmente restituiu a visão ao jovem. Eos (Aurora) ao ver o gigante, apaixonou-se pelo jovem que tornou-se seu amante. Passado o calor da paixão, Órion voltou para Quios, afim de vingar-se, mas Enópion havia fugido. 




Órion seguiu para Creta pensando em encontrá-lo, mas acabou encontrando a deusa Ártemis que, como ele, era apaixonada pela caça. Tornaram-se grandes amigos, provocando o ciúme de Apolo, irmão da deusa.

A partir deste ponto, a lenda divide-se. Em algumas versões, aproveitando-se da confiança que a deusa havia depositado nele, Órion tenta violentá-la. Ela foge e ele, raivoso, começa a exterminar todos os animais. Ártemis - a deusa da caça - procura manter o equilíbrio na natureza impedindo a caça indiscriminada.

Ela envia um enorme e venenoso escorpião para matar Órion, o que de fato acontece. Entretanto o escorpião também é morto por Órion. Alguns autores colocam que a morte do escorpião foi causada pelos sagitários em represália à morte de Órion, de quem eles eram grandes amigos. Isto explica por que na constelação do Sagitário a flecha em seu arco aponta para o "coração" do escorpião. Outra versão conta que Órion tentou violentar uma sacerdotisa de Ártemis e por isso ela teria enviado o escorpião para matá-lo. 




Em outra versão, Órion apaixona-se por Mérope - uma das plêiades - perseguindo-a. Não sendo correspondido, inicia uma matança indiscriminada de animais, provocando a ira de Ártemis que envia o escorpião para matá-lo. Há, ainda, a versão em que Apolo, enciumado com as atenções que a irmã dava ao gigante, enviou o escorpião para persegui-lo. Órion foge pelo mar em direção a morada de sua antiga amante - a deusa Eos - buscando proteção. Apolo ao vê-lo fugindo desafia a irmã a acertar, com suas flechas, um pequeno ponto preto sobre as águas. Ela prepara o arco e atira, sem saber que o ponto negro a que Apolo se referia era a cabeça do seu amigo.

Ártemis quando percebeu o que ocorrera, implorou a Asclépio que salvasse seu amigo, mas Zeus fulminou o médico, a pedido de Hades, antes que este pudesse ajudar. Tal pedido foi encaminhado à Zeus pelo fato do médico estar esvaziando o reino dos mortos.

Órion, após ser morto, foi colocado como constelação no céu, a conhecida constelação de Orion que fica perto da constelação do seu amigo Sirius conhecida como a estrela Sirius.



Fontes:
Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

6 comentários:

  1. parabens pelo texto muito explicativo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mto show a história de Orion, eu nem sequer sabia q ele fazia parte da mitologia

      Excluir
  2. A meu Deus como eu amo mitologia obrigado por postar essa história

    ResponderExcluir
  3. A mitologia era uma forma das civilizações antigas explicarem os fenômenos e fatos inexplicaveis até o desabrochar da razão pela filosofia!!!

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby