1 de março de 2013

Granfaloon

۞ ADM Sleipnir



O Granfaloon (ou Granfalloon) é uma entidade/criatura originária do folclore norueguês, e que possui uma horrenda aparência, sendo um tipo de esfera flutuante que tem sua superfície, ou seja, sua pele formada de vários cadáveres amontoados. A verdadeira criatura está dentro dessa camada, e seria uma espécie de parasita inteligente cheio de tentáculos. Os cadáveres grudados a ele são tantos que muitos chegam a caírem no chão

A lenda reza que se esta aberração da natureza é vista por humanos, o monstro anuncia que os corpos dos entes mais queridos para a pessoa irão morrer para juntar-se aos demais que o encobrem, e se caírem de sua pele suas almas irão arder num sofrimento infinito (pois é o que o monstro diz sobre aqueles desafortunados o bastante, que por azar do destino acabam se soltando de sua carcaça, já que os corpos são alimentados e mantidos "vivos" pelo ectoplasma fornecido pelo núcleo do parasita). Poucas são as histórias sobre quem já viu ou relatou um possível encontro com o monstruoso Granfaloon, e poucos ainda são aqueles que sobreviveram para contar tal história. Em algumas culturas diz-se que esses cadáveres que se soltam do Granfaloon podem voltar a ele se cumprirem a punição de matar seus antigos parentes e amigos para dar seus cadáveres como alimento para o monstro.

Essa grotesca criatura é citada nos livros de Bokomon, pertencentes a uma religião fictícia denominada Bokonismo, e que foi criada por Kurt Vonnegurt Jr. no ano de 1963. O Granfaloon é comparado com, por exemplo, o Partido Comunista, As Filhas da Revolução Americana, a empresa multinacional General Eletric. Essa criatura também é denominada como Karass, que é uma equipe de pessoas que fazem a vontade de Deus sem que sejam descobertas. A principal citação feitas nesses livros é: 

"Se você quiser estudar um granfaloon, retire a pele de um balão de brinquedo." 


Os criadores da franquia de jogos Castlevania, que inspiram seus inimigos em monstros de várias mitologias associadas com várias religiões também decidiram homenagear essa religião fictícia  incluindo esse monstro de maneira recursiva em seus jogos.



Fontes:
wikipédia
http://sorel44.blogspot.com.br/2012/10/criaturas-misticas-1.html

Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

2 comentários:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby