4 de junho de 2013

Os Crânios de Cristal

#ADM Sleipnir


Os crânios de cristal são uma série de esculturas de crânio humano que acredita-se ter se originado a partir das culturas pré-colombianas da Mesoamérica, devido ao fato de vezes terem sido encontrados perto das ruínas destas civilizações. Apesar disso, nunca foi comprovado de fato que elas pertenceram a essa cultura. As idades desses crânios estão datadas entre 5 mil e 36 mil anos. Além de muito fascinantes de se ver, acredita-se que essas obras de arte também possuem uma variedade de habilidades sobrenaturais.

Anna Mitchell Hedges, falecida em 11/04/07, aos 100 anos de idade 
O mais famoso desses crânios foi chamado de "O Crânio do Julgamento", descoberto por Anna Mitchell-Hedges (foto acima), em 1924, debaixo de um altar desmoronado em um templo de Lubaantun, uma cidade maia agora em ruínas. Ela e seu pai, Frederick Albert Mitchell-Hedges, afirmaram que o artefato tinha pertencido a um sacerdote maia, que o usava para realizar rituais, muitas vezes desejando a morte dos outros. Daí o apelido. Esses poderes sobrenaturais latentes pareciam também revelar-se a Anna, que afirmou que a caveira era capaz de curar o câncer, permitia ver o futuro, ou até mesmo matar um homem. Na verdade, Anna supostamente testemunhou o assassinato de John F. Kennedy em uma visão que ela credencia o crânio. Mas outros relatos dizem que esses crânios também eram capazes de emitir auras psíquicas e sons, e eram usados ​​para armazenar e transmitir conhecimento .

E o Crânio do Julgamento não é o primeiro de seu tipo, apesar de ser o mais notório. Outros crânios, como o apresentado no Museu Britânico de Londres, compartilham as qualidades físicas estranhas descritas por Mitchell-Hedges. Evidências sugerem que esses crânios foram feitos cortando-se contra o eixo do quartzo, o que normalmente quebraria a rocha em pedaços. Mas, apesar disso, os crânios têm permanecido intactos mesmo depois de vários milhares de anos.




Claro, os crânios não são nada sem a sua quota de ceticismo. Felizmente, algumas reivindicações contra a sua legitimidade foram refutadas, como a idéia de que Anna comprou seu crânio em um leilão de Sydney Burney. Mas, na verdade, Syndey acreditava ter leiloado um crânio com medidas idênticas às do Crânio do Julgamento, levando muitos a acreditar em que Anna era a pessoa que o comprou. Embora seja possível que isso não seja verdade, e que Anna realmente comprou o crânio no leilão, é apenas especulação. Outra especulação é que os cristais de quartzo usados ​​para fazer esses crânios foram ditos ser encontrados apenas em Madagascar e no Brasil, tornando-se impossíveis de serem de herança asteca ou maia. Em alguns crânios, é provável que uma ferramenta rotativa tenha sido utilizada para desenhar linhas nos dentes (como eles não tinham mandíbula separada, ao contrário do de Anne-Hedge de Mitchell, e de outros como ele), que não estavam em desenvolvimento até o século 19.

Apesar de todo o ceticismo, o mais excitante sobre os crânios de cristal é a forma como eles se relacionam com os mitos. Existem muitas histórias falando sobre 13 crânios de cristal que estarão juntos em breve, fazendo a consciência humana se lembrar do propósito de sua alma e com isso a humanidade evoluiria. Abaixo algumas versões dessas histórias:
  • Os 13 crânios de cristal teriam sido deixados para trás pela sofisticada sociedade da "Terra Oca",e esses treze "crânios mestres " contêm a história desse povo, sua relação com a nossa criação, e o futuro da humanidade;
  • Os 13 crânios de cristal teriam sido deixados para trás milhares de anos, pelos antigos anciãos maias, para serem encontrados pelas gerações futuras. Estes crânios seriam  recipientes de grande conhecimento e sabedoria, e contém informações sobre a história do planeta, a evolução da humanidade e, acima de tudo, o nosso propósito na Terra e nosso destino. A lenda diz que um dia, em um momento de grande crise mundial, todas as 13 caveiras de cristal serão descobertas e reunidas. Quando esse tempo chegar a informação será divulgada para a humanidade, que estará pronta para entendê-los;
  • Os 13 crânios de cristal em tamanho natural estariam espalhados por todo o planeta, e um dia serão reunidos, formando uma matriz de grade que permitirá que a consciência humana evoluia e retorne ao seu estado natural de luz. Alguns dos crânios estão supostamente nas mãos dos povos indígenas, talvez xamãs, que são guardiões dos artefatos, enquanto outros crânios de cristal permanecem nas mãos daqueles que ainda não estão conscientes de sua importância.



Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby