3 de março de 2014

Gulon

۞ ADM Sleipnir



O Gulon, também conhecido como Jerff na Suécia e Vielfras na Alemanha, é uma criatura originária do folclore escandinavo, geralmente descrito como uma criatura com o corpo de um cão de grande porte, a cabeça, as orelhas e as garras de um gato, uma espessa camada de pelos castanhos desgrenhados e uma cauda como a de uma raposa. O Gulon é freqüentemente associado com a gula, ou usado como o símbolo da gula, devido a seus estranhos hábitos alimentares. Dizem que seu sangue possui propriedades afrodisíacas, e que costumavam servi-lo com mel nos casamentos.

Segundo a lenda, o Gulon costuma matar animais às vezes muito maiores do que ele, para em seguida se alimentar da carne até ficar inchado e incapaz de comer mais. Quando  o Gulon atinge esse estado, ele procura por duas árvores que estejam bem próximas uma da outra e se espreme por entre elas, forçando a defecação para que a carne recém-comida seja expelida do seu corpo, e com isso liberando o espaço necessário para que ele possa consumir o restante do que ele era incapaz de comer.

Alguns estudiosos modernos acreditam que as histórias sobre o Gulon são produto dos primeiros avistamentos humanos de um Glutão (conhecido como Wolverine em inglês), um predador voraz que também possui o costume de atacar animais maiores que ele, geralmente enquanto estes estão presos em armadilhas. Ele também ataca sem medo outros animais para roubar-lhes a presa.





Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby