26 de abril de 2014

A Edda Poética: Parte XIII - Hrafnagalðr Óðins

۞ ADM Sleipnir

Tradução e notas de Márcio Alessandro Moreira


O Hrafnagalðr Óðins ("O Canto do Corvo de Óðinn") ou Forspjallsljóð ("Poema Prelúdio") é um poema islandês do estilo da Edda Poética. Foi apenas preservado em manuscritos tardios. Sophus Bugge argumentou que o poema estava num trabalho do século 17 d. c. e composto como uma introdução para o Baldrs Draumar. Desde então algumas edições da Poética Edda incluem esse poema, embora não muito estudado.

Hrafnagalðr Óðins

01-O Alföðr* trabalha,
os Álfar* entendem,
os Vanir sabem,
as Nornir revelam,
a Íviðja* dá à luz,
os homens suportam,
os Þursar* esperam,
as Valkyrjur anseiam.

02-Os Æsir suspeitam
de um esquema maligno,
os Vættar* confundiram
o tempo com runas*;
Urðr* foi apontada
como guardiã do Óðrærir*,
para poderosamente proteger isso
do inverno mais poderoso*.

03-Hugur* então desaparece
buscando nos céus,
a suspeita da ruína dos homens,
se ele está atrasado;
o pensamento de Þráinn*
é um sonho opressivo,
o sonho de Dáinn*
era um pensamento enigmático.

04-Os poderes dos Dvergar*
encolheram, os mundos*
afundam
para o abismo Ginnung*;
frequentemente Alsviðr*
cai de cima,
frequentemente ele se levanta
e cai novamente.

05-A Terra e a Sól
não pode resistir firme;
ventos malignos
não cessam;
escondido na gloriosa
fonte de Mímir
está todo o conhecimento;
tu ainda sabes, ou o que?

06-A curiosa Dís*
habita nos vales,
do freixo Yggdrasil
caiu;
da família dos Álfar,
Iðunn era o seu nome,
a mais jovem das velhas*
crianças de Ívaldi*.

07-Mal ela suportou
a queda de cima,
abaixo da árvore branca
onde encerra seu tronco;
descontente ficou
com a filha de Nörvi*,
acostumada com o agradável
domicílio em casa.

08-Os Sigtívar* veem
a aflição de Nauma*
no lar do lobo;
dão a ela uma pele de lobo,
ela se cobriu dessa maneira,
a disposição mudou,
se deliciando em malícia,
mudando a sua forma.

09-Viðrir* selecionou
o guardião do Bifröst,
do portador do sol de Gjallar
para investigar*
tudo o que ela sabia
dos negócios do mundo;
Bragi e Loptr*
foram testemunhas.

10-Feitiços eles cantaram,
lobos eles cavalgaram,
Rögnir e os Regin*,
na casa celestial,
Óðinn ouviu
no Hliðskjálf*;
assistindo os viajantes
em distantes jornadas.

11-O sábio* perguntou
a servidora do hidromel*,
progênie dos Deuses
e seus sócios,
se ela sabia a origem,
duração, e fim
do céu, do Hel,
e do mundo.

12-Ela nada disse,
nem foi Gefjon* capaz
de proferir uma palavra,
nem expressar qualquer alegria;
lágrimas rolaram;
dos escudos da sua cabeça*,
da poderosa
foi tirada o poder.

13-Do Leste
do Élivágar*
vem um espinho impelido
pelo Þurs* de gelo,
com o qual Dáinn
golpeia* todos os homens
da gloriosa Miðgarðr
toda noite.

14-Ações são entorpecidas,
os braços abaixados,
uma tontura paira sobre
Deus branco com a espada*;
estupor espalha
o vento da Giganta*,
as agitações da mente
de toda humanidade.

15-Assim os Jólnar* percebem
o estado de Jórunn*,
inflados com tristeza,
quando nenhuma resposta chega;
eles ficaram mais persistentes
quando foi negada resposta,
mas todas as palavras
eram sem proveito.

16-Adiante foi o líder
da expedição,
o guardião do Gjallarhorn*
do Herjann*;
ele escolheu como companheiro
o filho de Nál*,
o poeta de Grímnir*
ficou vigiando o lugar.

17-Chegaram ao Vingólf*
os ministros de Víðarr*,
pelo filho de Fornjótr*
ambos transportados;
eles caminham para dentro,
saúdam os Æsir
em seguida na alegre festa de cerveja
de Yggr*:

18-"Salve, Hangatýr*,
mais feliz dos Æsir,
possa tu presidir
o hidromel no alto-trono;"
"Sentem-se, Díar*, em delícias
no sumbel*;
podeis vós, com Yggjungi*
desfrutar felicidades eternas!"

19-Sentados em bancos
a convite de Bölverkr*,
a tribo dos Regin
estavam sentados com Sæhrímnir*;
Skögull*, nas mesas,
enchia os chifres
com o hidromel de Mímir
do barril de Hnikarr*.

20-Muito foi perguntado
durante o banquete
de Heimdallr pelos Deuses,
de Loki pelas Deusas,
se a mulher tinha falado
profecias ou sabedorias;
todo dia eles perguntavam
até que o crepúsculo* se aproximava.

21-Mal, eles julgaram,
que tinha ido mal
a sua incumbência fútil
de pouca glória;
provou-se difícil
encontrar um modo
para conseguir a resposta
da mulher*.

22-Ómi* respondeu,
todos ouviram:
"Nótt* é o tempo
para novos conselhos;
pensaremos até de manhã
todos os que são capazes
de providenciar conselhos
para o benefício dos Æsir!".

23-Correndo ao longo do remoinho
das planícies de Rindr*
a provisão do lobo Fenrir
está cansada*;
os Deuses deixaram
a festa e saudaram
Hroptr* e Frigg,
quando Hrímfaxi* ascendeu.

24-O filho de Dellingr*
urgia em seu cavalo,
bem adornado
com pedras preciosas;
a juba do cavalo brilha
acima de Manheimr*,
o corcel em seu carro
puxa o brinquedo de Dvalinn*.

25-Em Jörmungrundr*
nas proximidades ao norte,
abaixo da externa raiz
da nobre árvore,
para os suas acomodações foram as
Gýgjur e os Þursar*,
os homens mortos, os Dvergar,
e os Dökkálfar*.

26-Os Regin se levantam,
Áfröðull* corre,
Njóla* avançou
para o norte de Niflheimr;
o filho de Úlfrún*
ergueu para cima o Árgjöll*,
a poderosa trombeta
no Himinbjörg*.


Notas do Hrafnagalðr Óðins:

  • 01/1* Alföðr é outro nome de Óðinn. Essa estrofe também pode ser traduzida assim: "O Alföðr tem o poder..."
  • 01/2* Álfar são os Elfos.
  • 01/5* Íviðja é a Giganta que vive na floresta em Jötunheimr.
  • 01/7* Þursar são os Gigantes.
  • 02/3* Vættar são Espíritos.
  • 02/4* Possivelmente esses espíritos alteraram o tempo com magia rúnica.
  • 02/5* Urðr é a Norn mais velha.
  • 02/6* Óðhrærir é o nome do vaso que o contem o hidromel, mas também aparece como nome hidromel dos poetas.
  • 02/8* O inverno mais poderoso é Fimbulvetr.
  • 03/1* Hugur é outro nome de Huginn o corvo de Óðinn.
  • 03/5* Þráinn é o nome de um Anão na Völuspá.
  • 03/7* Dáinn é o nome de um Anão na Völuspá e de um Elfo no Hávamál.
  • 04/1* Dvergar são os Anões.
  • 04/2* Os quatro Anões que seguram o mundo em quatro pilares.
  • 04/4* Ginnung é o Ginnungagap.
  • 04/5* Alsviðr é o cavalo da Sól.
  • 06/1* Essa Dís é Iðunn, Dísir são espíritos guardiões femininos.
  • 06/7* Iðunn é chamada de filha de Ívaldi.
  • 06/8* Ívaldi é um Anão pai de Brokkr e Sindri.
  • 07/6* Nörvi é o nome do pai de Nótt, a noite.
  • 08/1* Sigtívar são os Deuses.
  • 08/2* Nauma parece ser outro nome de Iðunn.
  • 09/1* Viðrir é outro nome de Óðinn.
  • 09/4* Heimdallr.
  • 09/7* Loptr é outro nome de Loki.
  • 10/3* Rögnir é Óðinn e os Regin são os Deuses.
  • 10/6* Hliðskjálf é o trono de Óðinn.
  • 11/1* O sábio é Heimdallr.
  • 11/2* A servidora de Hidromel é Iðunn.
  • 12/2* Gefjon é uma Deusa que conhece o futuro.
  • 12/6* Kenningr para olhos.
  • 13/2* Élivágar são os rios que corriam para o Ginnungagap.
  • 13/4* Gigante.
  • 13/6* Com espinho do sono?
  • 14/4* Heimdallr.
  • 14/6* Dáinn seria filho de uma Giganta?
  • 15/1* Jólnar são os Deuses.
  • 15/2* Jörunn seria Iðunn ou a terra?
  • 16/3* Heimdallr.
  • 16/4* Herjann é outro nome de Óðinn.
  • 16/6* O filho de Nál é Loki, Nál é outro nome da mãe de Loki.
  • 16/7* Bragi é o poeta de Grímnir, Grímnir é outro nome de Óðinn.
  • 17/1* É o palácio das Deusas em Ásgarðr.
  • 17/2* Víðarr o filho de Óðinn.
  • 17/3* Fornjótr é um Gigante que era pai de Kári ("Vento"), parece que foi ele que os levou aos Deuses.
  • 17/8* Yggr é outro nome de Óðinn.
  • 18/1* Hangatýr é outro nome de Óðinn.
  • 18/5* Significa "Deuses".
  • 18/6* Sumbel é uma celebração onde pessoas bebem em comunhão em ato ritual.
  • 18/7* Yggjungur é a família de Óðinn ou seus guerreiros?
  • 19/2* Bölverkr é outro nome de Óðinn.
  • 19/4* Sæhrímnir é o javali de Óðinn.
  • 19/5* Skögull é uma Valkyrja.
  • 19/8* Hnikarr é outro nome de Óðinn.
  • 20/8* Seria apenas o amanhecer ou a chegada do Ragnarökr?
  • 21/8* Resposta de Iðunn.
  • 22/1* Ómi é outro nome de Óðinn.
  • 22/3* Nótt é a noite.
  • 23/2* Rindr parece ser a terra.
  • 23/4* A Deusa Sól?
  • 23/7* Hroptr é outro nome de Óðinn.
  • 23/8* Hrímfaxi é o nome do cavalo de Nótt, a noite.
  • 24/1* Dagr é o filho de Dellingr.
  • 24/6* Manheimr é o mundo dos homens.
  • 24/8* O disco solar é o brinquedo de Dvalinn.
  • 25/1* Jörmungrundr é a terra ou as terras da morte?
  • 25/6* Gýgjur são as Gigantas e os Þursar os Gigantes.
  • 25/8* Dökkálfar são os Elfos negros.
  • 26/2* Álfröðull é a Sól.
  • 26/3* Njóla parece ser á noite.
  • 26/5* O filho de Úlfrún é Heimdallr.
  • 26/6* Árgjöll parece ser outro nome do chifre Gjallarhorn.
  • 26/8* Himinbjörg é o lar de Heimdallr.


Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby