18 de janeiro de 2017

Bakasura

۞ ADM Sleipnir

Arte de GrilledRacoon
Bakasura (em sânscrito: बकासुर; também chamado Bakasur ou Bakasuran) é um personagem do épico hindu Mahabharata. Ele pertencia a uma raça de demônios canibais conhecidos como Rakshasas, cujo membro mais ilustre foi o maior adversário de Rama, Ravana.

Segundo a lenda, Bakasura vivia numa floresta aos arredores da aldeia de Ekachakra, e obrigava o rei a enviar-lhe todos os dias uma enorme quantidade de provisões. Seu apetite era tamanho que ele devorava não só as provisões, mas também os homens que as traziam. Antes desse acordo, Bakasura atacava a aldeia a todo momento, matando e devorando homens, mulheres e crianças indiscriminadamente. A ameaça de Bakasura durou 13 anos até a chegada de Kunti e seus filhos, os irmãos Pandavas. Cumprindo seu exílio, eles viajavam de cidade em cidade disfarçados como brâmanes, e um dia chegaram a aldeia de Ekachakra. Lá, eles ficaram hospedados na casa de um brâmane, juntamente com sua esposa e seu casal de filhos.

Após alguns dias vivendo na mais completa paz, Kunti ouviu gritos vindo da casa do brâmane, e resolveu verificar o que estava acontecendo. Dentro da casa, cada um dos membros da família estavam numa discussão onde cada um dizia estar disposto a sacrificar sua vida. O brâmane dizia que como chefe da família, era seu dever salvá-la sacrificando a própria vida. A esposa declarava que era seu dever para com a família. A filha do casal intervinha dizendo que era seu dever oferecer a sua vida. De forma semelhante, o filho menor também estava se oferecendo. Kunti não conseguia compreender o motivo por trás dessa conversa, e após ela calmamente pediu ao brâmane para lhe explicar, ele narrou a história de Bakasura. 

Arte de Yarkspiri
Ele explicou a Kunti o acordo que o rei tinha feito com o demônio, onde um aldeão deveria levar até ele um carregamento de comida e o demônio devorava tanto a comida quanto o homem que a levava. Bakasura já tinha matado muitos dos aldeões dessa maneira, e agora era a vez da família do brâmane oferecer um membro de sua família para levar comida ao demônio. Ao ouvir tudo isso, Kunti disse que enviaria um de seus filhos para levar a comida até Bakasura, privando assim a família do brâmane. 

Ela explicou que o convidado se torna uma parte da felicidade da família e problemas e assim que o problema da família Brahmin foi o seu problema também, então ela tinha direitos completos para resolvê-lo. O brâmane insistiu que ela não fizesse esse sacrifício, mas Kunti declarou que ela tinha cinco filhos, e mesmo se um deles morresse, ela ainda teria quatro. Ela insistiu que o brâmane deveria sobreviver e cuidar de sua esposa e filhos, pois sabia que seria muito difícil para a esposa educar os filhos sem um marido - uma situação na qual ela mesma se encontrava. Após conversar com seus filhos, ficou decidido que Bhima levaria o carregamento até Bakasura. 

Ao chegar na floresta, Bhima encontrou Bakasura, e para irritá-lo, comeu toda a comida. Bakasura ficou extremamente furioso e ameaçou devorar Bhima, mas o mesmo somente gargalhou, provocando o demônio para que este o atacasse. Bhima e Bakasura travaram um combate que durou um dia inteiro, e no final Bhima matou Bakasura e arrastou seu corpo até os portões da aldeia.


Quando a notícia da morte de Bakasura chegou à aldeia, todos ficaram encantados. Todos se reuniram para celebrar a pessoa que havia matado Bakasura, e foram para a casa dos brâmanes, onde os Pandavas estavam hospedados. Ao tomar conhecimento disto, os Pandavas decidiram deixar Ekachakra, antes que todos descobrissem suas identidades.

Bakasura, servo de Kamsa

Um segundo demônio, também chamado Bakasura, certa vez foi enviado para matar Krishna a pedido de Kamsa, um ímpio tio materno de Krishna. Uma profecia dizia que o oitavo filho dos pais de Krishna iria matar Kamsa, e Krishna era este oitavo filho.

Este Bakasura decidiu tomar a forma de um enorme pássaro para assustar o jovem Krishna. Um dia, Krishna estava brincando com seus amigos nas florestas de Gokul, quando viu um pássaro gigante vir sobre eles. Krishna imediatamente entendeu que ele era um demônio enviado por Kansa para matá-lo. Quando o pássaro se aproximou, o corajoso Krishna abriu o seu bico e rapidamente entrou dentro dele. Dentro do bico, Krishna se contorcia tanto que o bico de Bakasura acabou quebrando. Esgotado, Bakasura morreu depois de algum tempo e caiu no chão.


Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby