17 de janeiro de 2018

Téia

۞ ADM Sleipnir


Téia (em grego: Θεία,, "visão" ou "profecia", também chamada de Aethra, "céu azul" e Eurifaessa, "grande brilho") foi uma das titânides da mitologia grega, filha de Urano e Gaia e consorte/irmã do titã Hipérion, com quem foi mãe da tríade de divindades siderais Hélios (o sol), Selene (a lua) e Eos (o amanhecer). 

Ela foi um dos titãs que permaneceram neutros durante a Titanomaquia. Considerada a deusa da luz e do brilho, Téia era acreditada como sendo aquela que dotava o ouro, a prata e as pedras preciosas de seu brilho. Além disso, Téia era também uma divindade profética e possuía um santuário oracular localizado na região de Phtiotis, na Tessália. 

O poeta Píndaro (séc. VI a.C.) a exalta em sua Quinta Ode Ístmica:
Mãe do Sol, Teia de muitos nomes, em tua honra os homens honram o ouro como mais poderoso que qualquer outra coisa; e por meio do valor que tu lhes dás, ó rainha, navios combatem no mar e parelhas de cavalos rodopiam em disputas maravilhosas.

Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby