29 de março de 2019

Eggther

۞ ADM Sleipnir



Arte de Anna Helena Szymborska

Eggther (ou Egdir) é um jotun (gigante) da mitologia nórdica. Ele é o vigia dos gigantes e o responsável por anunciar o início do Ragnarok, o grande conflito que marca o fim mundo dos deuses nórdicos. 

Ele é mencionado e nomeado apenas no Völuspá, o primeiro poema da Edda Poética. Nesse poema, Eggther, chamado de "o alegre", é descrito sentado sobre uma colina tocando sua harpa, enquanto o galo vermelho Fjalar canta para despertar os gigantes para a batalha final.



Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

27 de março de 2019

Ascálafo

۞ ADM Sleipnir

Ascálafo observando Perséfone, arte de LauraBevon
Ascálafo (grego: Ασκαλαφος, "Coruja") é um daimon do submundo na mitologia grega, filho do deus rio Aqueronte com a ninfa Orfne (ou Górgira). Servo de Hades e responsável por cuidar de seus pomares, Ascálafo foi encarregado de guardar Perséfone quando o mesmo a raptou. Ascálafo é famoso na mitologia por ter sido o responsável por relatar a Hades que Perséfone havia provado as sementes de romã do submundo, o que permitiu que Hades a mativesse ao seu lado, pelo menos durante três meses ao ano.

Adam Elsheimer: La mofa de Ceres (Die Verspottung der Ceres, ca. 1606).
Por ter delatado Perséfone a Hades, Ascálafo acabou sendo punido pela deusa Deméter, mãe de Perséfone, que o enterrou debaixo de uma pedra. Ascálafo conseguiu sair quando Héracles o libertou em sua visita ao submundo, mas Deméter o puniu novamente transformando-o em uma coruja. Segundo o poeta Ovídio, foi a própria Perséfone quem transformou Ascálafo numa coruja, pulverizando-o com água do rio Flegetonte.


Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

25 de março de 2019

Ying Zhao

۞ ADM Sleipnir


Ying Zhao (chinês: 英招, também Ying Shao) é uma criatura pertencente a mitologia chinesa, descrita no Shan Hai Jing (chinês 山海經, "Clássico das montanhas e mares") como um ser com um rosto humano, o corpo de um cavalo com listras de tigre e asas de pássaro.

Ying Zhao eram às vezes considerados os emissários ou avatares das divindades e transmitiam mensagens do Céu para a Terra usando suas velozes habilidades de vôo. Isso levou estudiosos modernos a compará-los com os Buraq, criaturas de feições semelhantes encontradas na fé islâmica.


Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

20 de março de 2019

Mantahungal

۞ ADM Sleipnir


O Mantahungal é um maligno monstro pertencente a mitologia filipina, mas precisamente as lendas do povo Tagbanwa. Ele é descrito como sendo um monstro com uma cabeça de vaca, com um corpo musculoso e coberto de pelos desgrenhados e com uma boca escancarada com um enorme par de presas.

Acredita-se que ele habita em meio as florestas no topo de áreas montanhosas, evitando sempre o contato com seres humanos. Caso encontre um humano, o Mantahungal lança um ataque brutal sobre ele, rasgando-os em pedaços.


Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

18 de março de 2019

Swamp Auger

۞ ADM Sleipnir



O Swamp Auger ("trado do pântano") é uma temível criatura aquática oriunda do folclore lenhador norte-americano nos séculos XIX e XX. Ela é descrita por uns como sendo um pássaro, por outros como sendo um peixe, porém todos os contos sobre o Swamp Auger atestam que ele possui um focinho longo e num formato espiral, semelhante a um trado.

O Swamp Auger é conhecido por nadar sob os barcos (ou pousar sobre eles, nas histórias em que é dito ser um pássaro) e usar seu focinho para fazer pequenos buracos no casco do mesmo, até que afunde. Para espantá-lo, recomendava-se fazer cócegas em seu focinho ou borrifar pimenta caiena nele enquanto faz seus furos no barco. Os dois métodos farão com que o Swamp Auger espirre e acabe ficando agarrado na embarcação.


Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

13 de março de 2019

Grootslang

۞ ADM Sleipnir


  
O Grootslang ("cobra grande" em africânder; Grote Slang em holandês) é um lendário criptídeo dito habitar em uma profunda caverna no deserto montanhoso de Richtersveld, na África do Sul. Ele é descrito como uma enorme criatura semelhante a um elefante, com uma cauda serpentina.


Segundo a lenda, o Grootslang é uma criatura primordial tão antiga quanto o próprio mundo. Contos afirmam que os deuses, ainda no início da criação do mundo, cometeram um erro terrível na hora de criar o Grootslang, dando-lhe força, astúcia e inteligência exageradas. Ao perceberem seu erro, os deuses dividiram o Grootslang em criaturas separadas, criando assim os primeiros elefantes e as primeiras cobras. Mas um dos Grootslangs originais escapou e, a partir deste, outros Grootslangs nasceram. 



Grootslangs cobiçam pedras preciosas, particularmente diamantes, e suas cavernas costumam estar repletas delas por todos os lados. Isso acaba atraindo aventureiros em busca dessas pedras, porém poucos são capazes de retornar vivos. Uma vez pego por um Grootslang, o indivíduo é morto da forma mais cruel possível. Apesar disso, dizem que é possível negociar com um Grootslang a sua liberdade, oferecendo-lhe a maior quantidade de pedras preciosas possível.

Enquanto procurava um tesouro na rica ilha da África do Sul em 1917, o empresário inglês Peter Grayson desapareceu depois que membros de seu grupo terem sido atacados e feridos por leões. Seu desaparecimento deu início a histórias contando que ele foi morto por um Grootslang.

Arte de ninniku

Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

6 de março de 2019

Adefagia

۞ ADM Sleipnir

Arte de Mateusz Lenart
Adefagia (grego: Φδηφαγια, "Gula") é na mitologia grega a deusa ou espírito personificado (daimona) da gula. Ela é mencionada em apenas uma fonte (Varia Historia, do autor romano Claudius Aelianus), que menciona um templo na ilha da Sicília, onde ela era adorada juntamente com a deusa Deméter. 

De acordo com a Enciclopédia de Deidades Antigas, Adefagia é geralmente representada como uma mulher madura e sorridente, cercada por comidas e bebidas.

fontes:
  • Encyclopedia of Ancient Deities, de Charles Russell e Patricia Turner;
  • www.theoi.com
Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!
Ruby