18 de novembro de 2019

Pai do Mato

۞ ADM Sleipnir

Arte de Anderson Awvas

O Pai do Mato é uma criatura de tamanho descomunal e defensora das matas, pertencente ao folclore dos estados de Alagoas e Pernambuco, no nordeste brasileiro, mas também conhecido em Rondônia e em Goiás. Sua descrição costuma variar de um estado para o outro.

Em Alagoas, ele é descrito como sendo maior que qualquer árvore das matas, possuindo cabelos enormes e desgrenhados e unhas com cerca de dez metros de comprimento. Em seu umbigo existe uma espécie de anel ou roda, e é o único ponto fraco da criatura, uma vez que todo o resto de seu corpo é invulnerável a qualquer lâmina ou bala. Dizem que ele possui um urro e uma risada tão poderosos que fazem toda a mata estremecer.

Arte de Douglas Nogueira
Já em Pernambuco, o Pai do Mato ganha feições que o assemelham a outros monstros folclóricos regionais, como o Bicho-Homem e o Mapinguari, e ao deus da mitologia grega. Ele é descrito como um ser com pés de cabrito e coberto de pelos, conservando uma barbicha no queixo. Suas mãos parecem as de um macaco, porém anda ereto como um ser humano. Ele possui ainda uma cor escura como a de um porco sujo de lama, e sua urina é azul.

As histórias dizem que o Pai do Mato raramente aparecer diante dos humanos, mas quando o faz, não acaba bem para quem o vê. Dizem que ele devora qualquer um que cruze o seu caminho. 

Arte de Lucas Melo

fontes:
  • As 100 Melhores Lendas do Folclore Brasileiro, de A.S. Franchini;
  • Abecedário de Personagens do Folclore Brasileiro, de Januária Cristina Alves.

Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby