19 de abril de 2021

Shub-Niggurath

۞ ADM Sleipnir

Arte de Darya Abdulina

Shub-Niggurath (conhecida pelo epiteto “A Cabra Negra da Floresta com Mil Crias”) é uma dos chamados Deuses Exteriores presentes nos mitos de Cthulhu de H.P. LovecraftTrata-se de uma entidade cósmica que simboliza o ciclo da vida, inclusive no que diz respeito a nascimento, reprodução e fecundidade. Ela apareceu pela primeira vez na história "The Last Test" (1928), de  Adolphe Danziger De Castro e revisada por Lovecraft; no entanto, nas obras de Lovecraft ela nunca é realmente descrita, mas é freqüentemente mencionada ou convocada em encantamentos. Shub-Niggurath também aparece nos trabalhos de outros autores, incluindo August Derleth, Lin Carter e Brian Lumley.

Aparência

Shub-Niggurath é geralmente descrita como sendo uma "entidade maligna semelhante a uma nuvem". Ela se assemelha a uma massa enorme que expele tentáculos negros de seu corpo e lodo de sua boca, e possui várias pernas semelhantes a de uma cabra, porém curtas e contorcidas. Além do lodo, pequenas criaturas são continuamente cuspidas de sua boca, para serem consumidas por ela própria logo em seguida (quando não conseguem escapar e ir para algum lugar bem longe).

Origem

O tempo e o local de origem de Shub-Niggurath são desconhecidos. Como ela assume um papel de mãe cósmica, acredita-se que ela tenha surgido juntamente com o Universo. Para muitos teóricos dos Mythos, Shub-Niggurath se surgiu pouco depois que a explosão resultante do nascimento universal fosse deflagrada pela vontade de Azathoth. Dentre as forças constitutivas do Universo, Shub-Niggurath surgiu depois apenas de Azathoth, que representa o início e o fim de todas as coisas, e de Yog-Sothoth, que simboliza o conceito de tempo e espaço. Os teóricos dizem ainda que seu surgimento deflagrou a primeira onda fecunda que se espalhou pelo cosmos, possibilitando o surgimento de formas de vida tão variadas quanto as estrelas no firmamento. Shub-Niggurath seria portanto, o ser do qual decorre toda a vida original.

Em virtude de seu papel como "mãe", Shub-Niggurath é tratada genericamente como uma fêmea, portanto uma deusa. Entretanto, existem passagens em tomos esotéricos do Mythos que se referem à ela pelo título de "O Bode com Milhares de filhotes" o que a difere do seu epíteto mais famoso, "a Cabra Negra com Mil Crias".

Descendentes
 
Acredita-se que Shub-Niggurath tenha se acasalado com Hastur para produzir as entidades Ithaqua, Zhar e J'Zahar. Hastur também pode ser o pai de seus "Mil Jovens" ou "Jovens Sombrios", embora também acredite-se que eles sejam gerados através de fissão. Ela também se acasalou com Yog-Sothoth, produzindo os gêmeos Nug (pai de Cthulhu) e Yeb.

Os Jovens Sombrios de Shub-Niggurath

Os Jovens Sombrios no anime Overlord

Os Jovens Sombrios de Shub-Niggurath (também conhecidos como Mil Jovens) são monstruosidades horripilantes nascidas de Shub-Niggurath. São pretas como breu, aparentemente feitas de tentáculos viscosos.  Sua altura varia entre 3,5 e 6 metros de altura e se sustentam sob um par de patas atarracadas com cascos. Uma massa de tentáculos se projeta de seus troncos, onde normalmente estaria uma cabeça, e mandíbulas enrugadas, gotejando gosma verde, cobrem seus flancos.
 
As silhuetas dessas monstruosidades se assemelham a árvores - os troncos sendo as pernas curtas e as copas das árvores representadas pelos corpos rígidos e ramificados. Uma congregação dessas abominações cheira a uma sepultura aberta. Eles geralmente habitam em florestas onde o culto de Shub-Niggurath está ativo.

Os Jovens Sombrios são geralmente chamados para presidir cerimônias de culto. Um meio de invocá-los é encontrado no Livro de Eibon e requer uma oferta de sangue. O ritual só pode ser realizado nas profundezas da floresta na lua mais escura, e a vítima deve ser sacrificada sobre um altar de pedra. Jovens Sombrios agem como procuradores de Shub-Niggurath na aceitação de sacrifícios e adoração de cultistas, na devoração de não-cultistas e na difusão da fé de sua mãe pelo mundo.

    Arte de TRXPICS


Gof'nn hupadgh Shub-Niggurath

Gof'nn hupadgh Shub-Niggurath é o nome dado aos adoradores favoritos de Shub-Niggurath. Quando a divindade considera um adorador mais digno, uma cerimônia especial é realizada na qual a divindade engole o mesmo e depois o pari, renascido como um ser semelhante à um sátiro, e agora dotado de imortalidade e juventude eterna.

Culto

De todas as divindades dos mitos, Shub-Niggurath é provavelmente a mais extensamente adorada. Seus adoradores incluem os hiperbóreos, os muvianos, os atlantes, os tcho-tcho e o povo de Sarnath, assim como vários cultos druídicos ou bárbaros. Ela também é adorada por espécies não-humanas presentes nos mitos, como os Fungos de Yuggoth e os Nug-Soth do planeta Yaddith. Com a parafernália ocultista apropriada, Shub-Niggurath pode ser convocado em qualquer floresta na época da lua nova. No entanto, o lugar de onde ela vem não é conhecido. Uma possibilidade é que ela habite na corte de Azathoth no centro do universo. Ela também pode viver abaixo do planeta Yaddith, onde é servida pelos Dholes (criaturas enormes e viscosas, parecidas com vermes, com pelo menos várias centenas de metros de comprimento). Também é possível que ela viva em outra dimensão.

Cultura Popular

Shub-Niggurath é uma figura presente em inúmeras mídias. No mundo da música, nomeia duas bandas metal, uma francesa e uma mexicana, além de ser citada em uma música da banda Morbid  Angel, "Angel of Disease". Em jogos, aparece em QuakeArcane 2: The Stone Circle, Shadow Hearts: From The New World, Night in the Woods e em South Park: The Fractured but Whole.

No anime/light novel Overlord, Shub-Niggurath é uma divindade no DMMO-RPG YGGDRASIL.  Um feitiço lançado por Ainz Ooal Gown, Iä Shub-Niggurath, convoca seus filhos, os Jovens Sombrios, que em YGGDRASIL são poderosos monstros de nível 90 e capazes de eliminar sem qualquer resistência 70000 homens do Exército Real de Re-Estize


fontes:
NÃO DEIXE O BLOG MORRER. Separe um minuto para deixar um comentário, elogiando, criticando ou mesmo fazendo sugestões. Um pequeno gesto que ajuda a manter a chama do blog viva!

Nenhum comentário:



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo. Porém pedimos que evitem:

1)Xingamentos ou ofensas gratuitas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Desrespeitar gratuitamente o autor da postagem ou outro visitante. Mantenha a polidez;
6)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby