15 de junho de 2018

Pasatsat

۞ ADM Sleipnir

Arte de Sirwen Junk
De acordo com o folclore filipino, os Pasatsat (do pangasinense satsat, "apunhalar") são os fantasmas das pessoas que morreram ou foram mortas durante o período da ocupação japonesa das Filipinas, durante a Segunda Guerra Mundial. Como muitos na época não podiam arcar com caixões para enterrar seus mortos, eles enrolavam os cadáveres em esteiras de junco conhecidas como pamalisan e os enterravam, muitas vezes fora de cemitérios.

Devido as condições em que foram enterrados, esses cadáveres retornariam a vida e passariam a atormentar os vivos, caminhando pelas ruas embrulhados em suas esteiras e bloqueando o caminho de transeuntes. Conta-se que aqueles que se deparam com um Pasatsat devem esfaquear a esteira de junco que o envolve e abri-lá para se livrar do fantasma. No entanto, a esteira de junco quando aberta não revela nenhum cadáver em seu interior, mas exala um cheiro tão podre que faz qualquer um vomitar.



Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby