12 de outubro de 2020

Ryomen-sukuna

۞ ADM Sleipnir

Arte de abarewanko

Ryomen-sukuna (japonês 両面宿儺, literalmente "Demônio de Duas Faces") é um personagem dito ter aparecido em tempos antigos na província de Hida, no Japão, durante o governo do Imperador Nintoku (entre os anos 313 e 399 d.C.). Histórias sobre ele são conflitantes, sendo visto nas histórias como um homem, como uma divindade, como um demônio ou espectro, entre outros.

De acordo com o Nihon Shoki ("Crônicas do Japão"), Ryomen-sukuna apareceu na província de Hida por volta do ano 377, ameaçando e saqueando a população. Ele foi descrito como tendo uma cabeça com duas faces, uma na frente e outra atrás de sua cabeça (lembrando o deus romano Jano), além de dois pares de braços (com os quais segurava um par de espadas, um arco e uma flecha) e pernas, sendo um par na frente de seu corpo e outro par nas costas. Sua altura varia conforme as descrições, desde 3 metros até um pouco mais de 50, mas o fato é que ele era muito mais alto que a média dos japoneses naquela época. Sukuna era ainda dotado de força sobre-humana, agilidade e inteligência.

Após Ryomen-sukuna se recusar a cumprir as diretivas imperiais, o Imperador Nintoku enviou o xogum Takefurukuma-no-mikoto (japonês 武振熊命) para derrotá-lo e expulsá-lo da província. As crônicas foram, de fato, escritas com o objetivo de legitimar a autoridade imperial. A campanha militar é, portanto, descrita como um ato de libertação, libertando o povo de Hida de um déspota do mal. As lendas populares locais, entretanto, relatam um ponto de vista diferente. Elas descrevem Ryomen-sukuna como um líder sábio e benevolente, que morreu defendendo seu povo de uma potência estrangeira invasora. Suas duas faces representam tanto o lado forte quanto o lado compassivo de sua personalidade. 

Uma famosa escultura local de Ryomen-sukuna esculpida em madeira mostra seu rosto de um lado com uma expressão ameaçadora, com as mãos segurando um arco e flecha, enquanto o outro lado mostra uma atitude pacífica e calma, as mãos cruzadas na frente do peito em um gesto de devoção. E embora o relato "oficial" no Nihon Shoki descreva Ryomen-sukuna empunhando duas espadas, as imagens locais invariavelmente o mostram segurando um machado, uma alusão às montanhas onde o mesmo vivia.

Uma teoria afirma que Ryomen-sukuna é na verdade um símbolo de irmãos gêmeos, referindo-se a Oousu no Mikoto e Ousu no Mikoto, um par de gêmeos na antiga história japonesa. Outra teoria afirma que Ryomen-sukuna se refere aos filhos do Imperador Chuai: Kagosaka no Miko e Oshikuma no Mikoto. Ambos os pares de irmãos estão profundamente relacionados com as províncias de Hida e Mino.

Ryomen-sukuna é considerado patrono do Templo Senko-ji e do Templo Zenkyu-ji em Nyukawa-cho, na cidade de Takayama, e dizem que ele teria introduzido o Budismo na província de Hida. Ryomen-sukuna também é adorado em muitos outros templos antigos nas províncias de Hida e Mino. 

Cultura Popular

Ryomen-sukuna aparece como um chefe no jogo Nioh 2, para Playstation 4. No mangá e anime Jujutsu Kaisen, é um dos principais antagonistas, considerado o "Rei das Maldições". 

fontes:

  • A Companion to the Anthropology of Japan, por Jennifer Robertson;
  • The Rousing Drum: Ritual Practice in a Japanese Community, por Scott Schnell;
  • https://enkumastercarverjapan.blogspot.com/2013/02/sukuna.html
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

11 comentários:



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo. Porém pedimos que evitem:

1)Xingamentos ou ofensas gratuitas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Desrespeitar gratuitamente o autor da postagem ou outro visitante. Mantenha a polidez;
6)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby