13 de junho de 2018

Sazae-oni

۞ ADM Sleipnir

Na mitologia japonesa, os Sazae-oni (栄螺鬼, lit. "demônio marisco") são monstruosos yokais que assombram os mares. Eles normalmente se assemelham a grandes crustáceos, e costumam aparecer em noites de luar, dançando sobre a superfície da água como dançarinas exóticas ou dragões. 

De acordo com o folclore, o Sazae-oni surge quando um caracol turbante atinge 30 anos de idade, transformando-se em um yokai com todos os tipos de poderes mágicos. Ainda segundo uma lenda, quando uma jovem luxuriosa é lançada ao mar, tal mulher se transformaria em um caracol, e se ela vivesse por um longo tempo, ela se transformaria em um Sazae-oni.

Arte de CristianAC para o cardgame Mitos y Leyendas

Sendo poderosos metamorfos, os Sazae-oni muitas vezes assumem a forma de belas mulheres, a fim de atrair os marinheiros em apuros. No mar, eles fingem serem vítimas de afogamento e gritam por ajuda, e uma vez a bordo de uma embarcação, 
atacam e devoram seus salvadores.

Algumas lendas contam que Sazae-onis também vagam por regiões costeiras como mulheres solitárias, procurando por pousadas para passar a noite. Durante a noite, eles retomam sua forma verdadeira e devoram o dono da pousada, e fogem antes do amanhecer.


Arte de Adam Smith (rupted)

Na península de Kii, em Honshu, há uma famosa lenda sobre um bando de piratas que numa certa noite encontrou uma mulher se afogando no mar. Eles a resgataram, porém não possuíam motivos altruístas para tal; eles
tinham motivos nefastas para querer uma mulher a bordo de seu navio. 


Naquela noite, cada um dos piratas do navio se deitaram com a mulher, mas para o azar deles, a mulher era na verdade uma Sazae-oni, e naquela mesma noite, ela visitou cada um dos piratas e arrancou seus testículos. Ao final da noite, ela tinha arrancado os testículos de todos os piratas, e exigiu que entregassem seus tesouros para ela em troca deles. Desesperados, os piratas entregaram a ela todo o ouro que possuíam, para recuperarem suas kintamas ("bolas de ouro", maneira como chamam os testículos no Japão).


fonte:
Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby