20 de julho de 2016

Anhur

۞ ADM Sleipnir


Anhur (Han-her, Inhert, também conhecido por seu nome grego, Onúris) era um antigo deus egípcio da guerra e da caça adorado na cidade de This (ou Thinis). Seu dever era proteger seu pai (o deus sol ) de seus inimigos, recebendo assim o epíteto de "Matador de Inimigos". Anhur era um dos deuses que ficavam a frente da barca solar de Rá e defendiam-no contra os ataques da terrível serpente Apep. Ele era o patrono do antigo exército egípcio, e a personificação dos guerreiros reais, mas também representava a criatividade do homem e por isso não era sempre uma divindade violenta. Em festivais em sua homenagem, simulações de batalhas eram encenadas.

Seu nome significa "aquele que trouxe de volta a Distante" (embora outra tradução possível seja "portador do céu"). Esse nome parece referir-se a lenda em que o "Olho de Ra" (sua filha, que conforme a versão da lenda pode ser Hathor, Sekhmet, Tefnut, Mut, ou Bastet) abandonou o Egito e viajou para a Núbia, sob a forma de uma leoa feroz. Mas Rá sentia falta dela, e por isso ele enviou um emissário para trazê-la de volta. Na versão em que Anhur é o emissário de Rá, o Olho de Rá é a deus Menhet, que ai retornar ao Egito, se torna sua consorte.


Iconografia


Anhur é geralmente retratado como um homem barbudo ou com cabeça de leão, vestindo uma túnica semelhante a um kilt e um cocar com quatro penas e segurando uma lança na mão direita e um pedaço de corda na mão esquerda. Ocasionalmente, ele é retratado sem a lança ou a corda, mas muitas vezes suas mãos estão na posição que estariam se estivesse carregando-as.


Associação com outros deuses

Anhur era um dos filhos de Rá, mas também foi considerado o filho de Hathor. Como um deus da guerra, ele estava intimamente associado com os deuses Montu e Sopdu, e foi associado pelos gregos e romanos com Ares/Marte. Durante a era romana, o Imperador Tibério foi retratado vestindo a coroa de Anhur nas paredes do templo de Kom Ombo (dedicado a Sobek e Hórus). Embora Anhur fosse uma divindade original de This, seu principal centro de culto estava na cidade de Sebennytos (moderna Samannud) no Delta, onde ele era considerado um aspecto do deus do ar, Shu. Como Anhur era um deus mais popular que Shu, ele absorveu grande parte dos atributos do mesmo.

A popularidade de Anhur cresceu durante o Império Novo, quando ele tornou-se intimamente associado com Hórus, como a divindade composta Hórus-Anhur, o guerreiro modelo e o "salvador" daqueles em batalha. Os núbios renomearam Hórus-Anhur como Ary-hes-Nefer (ou Arensnuphis, Arsnuphis, Harensnuphis), que possivelmente significa "Hórus da bela casa". Essa divindade era tida como sendo casada com Ísis, e por tanto, acabou sendo associada também a Osíris.

Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby