Image Map

21 de outubro de 2019

Num-si-pode

۞ ADM Sleipnir

Arte de Herbert Veras Viana

Num-si-pode (também Não-se-pode ou Num-se-pode) é uma figura fantasmagórica pertencente ao folclore piauiense. Descrita como uma bela mulher usando uma mortalha branca, trata-se de uma assombração do tipo cresce-míngua, uma categoria de assombração conhecida pela capacidade de aumentar de tamanho de repente. A lenda, popular entre as décadas de 30 e 40, tempos em que Teresina era iluminada por lampiões a gás, possui algumas variações mas é basicamente o que se segue:

Dizem que a Num-si-pode costuma aparecer nas noites e madrugadas na praça Saraiva da Catedral Nossa Senhora das Dores em Teresina, encostada em um poste. Quando alguém, geralmente um homem, se aproxima dela, a Num-si-pode trata de pedir um cigarro. Caso o  homem resolva perguntar seu nome, ela começa a dizer “não se pode, não se pode…” e começa a crescer, ficando grande o suficiente para alcançar o lampião do poste e acender o cigarro ali mesmo. Aterrorizada, a vítima corre, mas a assombração logo a persegue. Algumas versões da lenda dizem que é a vítima quem sai correndo gritando "Num-se-pode! Num-se-pode!"

Dizem que essa lenda era contada pelas mães aos seus filhos, para que eles evitassem sair à noite em busca de "aventuras" e assim evitar que adquirissem doenças venéreas.


fontes:



NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

Nenhum comentário:



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby