Image Map

4 de novembro de 2019

Da Ji

۞ ADM Sleipnir

Arte de Xin Xia

Da Ji (ou Daji, em chinês: 妲己, também conhecida como Su Daji) foi a concubina favorita do rei Zhou, o último rei da dinastia Shang na antiga China. De acordo com lendas e romances chineses, ela foi possuída pelo espírito maligno de uma raposa de nove caudas, que aproveitando-se da inigualável beleza de Da Ji e de sua própria perspicácia e malícia, corrompeu o rei Zhou fazendo com que este negligenciasse os assuntos de Estado, levando seu reinado ao declínio.  

Biografia

Da Ji era oriunda de uma família nobre chamada Su (蘇) do estado de Yousu (有 蘇). No ano de 1047 a.C., o rei Zhou invadiu Yousu e levou Da Ji como seu prêmio. De acordo com o romance Feng Shen Yan Yi, ela foi morta por um espírito raposa de mil anos de idade, que possuiu seu corpo antes de se tornar uma das concubinas do rei Zhou.

Zhou se tornou extremamente apaixonado por Da Ji, e começou a negligenciar os assuntos do estado para permanecer sempre em sua companhia. Ele usava qualquer meio necessário para ter a atenção dela e agradá-la. Da Ji gostava de animais, então ele criou um exuberante zoológico com várias espécies raras de pássaros e animais. 


Ele também ordenou aos artistas do reino que compusessem músicas lascivas e coreografassem danças obscenas para satisfazer seu gosto musical. O rei Zhou foi ainda mais além: não poupou recursos para construir um enorme lago (com cerca de 2km em cada direção) cheio de vinho, com uma ilha artificial com uma floresta feita de carne no meio dele. Suas árvores eram feitas de espetos de carne e pedaços grossos de frango assado, carne e porco pendiam dos galhos. O rei podia passar o tempo em sua canoa, tirando vinho do lago abaixo dele e arrancando carne dos galhos que pairavam acima. O rei convidou 3000 pessoas para participarem nuas de uma festa em seu lago de vinho, regada a muita orgia e depravação, com direito a uma espécie de jogo de "gato e rato", onde as pessoas perseguiam e caçavam umas as outras em meio a floresta de carne. Tudo isso foi feito apenas para divertir Da Ji. Quando uma das concubinas do rei Zhou não pôde mais suportar a visão de tal devassidão e protestou, o rei Zhou a executou. Seu pai foi moído em pedaços e sua carne foi servida como alimento para os vassalos do rei Zhou.


Arte de 懒虫的枕头
A maior alegria de Da Ji era ouvir as pessoas chorarem enquanto eram submetidas a algum tormento físico. Uma vez, ela viu um fazendeiro andando descalço no gelo e ordenou que seus pés fossem cortados para que ela pudesse estudá-los e descobrir por que eles eram tão resistentes a baixas temperaturas. Em outra ocasião, ela ordenou que abrissem a barriga de uma mulher grávida para satisfazer sua curiosidade em descobrir o sexo do bebê. Para verificar um antigo ditado chinês, que dizia que "o coração de um bom homem tem sete aberturas", ela ordenou que removessem o coração do ministro Bi Gan (tio do Rei Zhou) e a entregassem para que ela pudesse analisá-lo.

Da Ji era mais conhecida por sua invenção de um método de tortura conhecido como Paolao (炮烙): um cilindro de bronze aquecido como uma fornalha com carvão até os lados ficarem extremamente quentes. A vítima era amarrada ao cilindro e cozida até a morte. A vítima era forçada a dançar e gritar de agonia antes de morrer, enquanto o Rei Zhou e Da Ji riam e se deleitavam com a cena.



Enquanto o rei Zhou estava ocupado em fazer a si e a Da Ji felizes, a tribo Zhou (não confundir com o rei Zhou, que pertence à dinastia Shang) começou a se tornar cada vez mais forte. Seu ódio contra o tirano estava profundamente enraizado. Quando Boyi Kao (filho mais velho de Ji Chang, líder da tribo Zhou) visitou Chao Ge, capital de Shang, ele teve um caso de amor com Da Ji. Ao descobrir o caso dos dois, o rei Zhou matou Kao e triturou seu corpo. Como se não bastasse, Zhou fez Ji Chang beber a sopa da carne de seu filho antes de prendê-lo. Somente depois de muitas tentativas de resgate, incluindo suborno intensivo, Ji Chang foi finalmente libertado dois anos depois. Doze anos após a morte de Ji Chang, seu filho mais novo, Ji Fa, lançou um ataque contra Shang para vingar sua família.

A raiva e o ódio criados pela brutalidade de Zhou e Da Ji contra seu próprio povo tornaram mais fácil para Ji Fa alcançar seu objetivo. Diante do ataque da tribo Zhou, o exército melhor armado e outrora invencível do rei Zhou de Shang cedeu repentinamente, com muitos soldados chegando a virar suas armas contra seu governante tirânico. Vendo sua dinastia condenada, o tirano Zhou cometeu suicídio colocando fogo em si mesmo. Já Da Ji foi morta por Ji Fa, que se tornou o rei da nova dinastia de Zhou.

Historiadores hoje argumentam que nem o rei Zhou de Shang e nem Da Ji cometeram tantas atrocidades quanto as lendas afirmam. Tudo pode ter sido uma manobra de propaganda por parte da tribo Zhou para demonizar o casal, a fim de reunir apoio em sua causa. 

Outra versão 

Numa outra versão da lenda, Da Ji era desde o início uma raposa de mil anos em forma humana, e foi mandada pela deusa Nu Wa para corromper o rei Zhou, fazendo com que seu povo se levantasse contra ele e o derrubasse. Nu Wa teria prometido a Da Ji a imortalidade caso cumprisse sua missão. No entanto, após a queda da dinastia Shang, Nu Wa não cumpriu sua palavra, sentenciando Da Ji a morte. O motivo pelo qual Nu Wa não teria cumprido sua promessa foi o fato de Da Ji ter deixado o povo extremamente furioso com as atrocidades que ela e o rei Zhou cometeram.

NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

Nenhum comentário:



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby