2 de abril de 2018

Tawhirimatea

۞ ADM Sleipnir

Na mitologia Maori, Tawhirimatea (ou Tawhiri) é o deus que controla os fenômenos climáticos, como raios e trovões, vento, nuvens e tempestades. Ele é um dos filhos do casal divino Papa e Rangi, que viviam unidos desde o início dos tempos por um abraço contínuo. 

Tawhirimatea e seus irmãos viviam em meio aos seus pais, e quando um deles propôs que separassem os pais, Tawhirimatea foi o único a discordar da decisão. Um por um, os filhos de Papa e Rangi foram tentando sem sucesso separá-los, até que o Tane, o deus das matas, conseguiu empurrar Rangi em direção aos céus, separando-o finalmente de Papa. Furioso, Tawhirimatea subiu ao céu para permanecer ao lado do pai. Juntos, eles tramaram vingança contra os outros irmãos. Tawhirimatea gerou uma numerosa quantidade de filhos e formou um exército para atacar seus irmãos, agora seus inimigos.

Arte da graphic novel Ngā Atua Māori - Book 1: Te Orokotīmatanga o te Ao/The Beginning of The Universe
Tāwhirimatea atacou primeiro Tane, aquele responsável por separar seus pais. As poderosas árvores do domínio de Tane foram partidas no meio e lançadas ao chão. Em seguida, Tāwhirimātea atacou Tangaroa, o deus do mar, fazendo com que as ondas crescessem tão altas quanto as montanhas. Tangaroa foge, enquanto alguns de seus descendentes fogem para as florestas e dão origem aos répteis. Depois disso, Tawhirimatea atacou Rongo, deus do alimento cultivado e Haumia, deus do alimento não cultivado. Para escaparem, os dois deuses se refugiaram dentro de sua mãe, Papa, que os escondeu até as tempestades de Tawhirimatea cessarem. 

Por último, Tawhirimatea atacou Tumatauenga, o deus da guerra e da humanidade. Tumatauenga permaneceu firme e suportou o clima violento que seu irmão enviou. Tumatauenga desenvolveu feitiços para invocar ventos favoráveis aos humanos e para trazer tempo bom para os céus. Dizem que os dois travam uma guerra até os dias de hoje, e como Tawhirimatea não consegue vencê-lo, ele direciona seus ataques contra os humanos, enviando tempestades e furacões onde quer que estejam, seja na terra ou no mar.


Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby