Image Map

4 de abril de 2018

Hrungnir

۞ ADM Sleipnir


Hrungnir (antigo nórdico: “lutador”, "briguento"), foi um dos jotunn (gigantes do gelo) da mitologia nórdica, sendo considerado um dos mais poderosos. Sua cabeça e seu coração eram feitos de pedra, e ele usava uma pedra de afiar como arma, lançando-a em seus adversários. Apesar de sua força, acabou sendo morto pelo deus do trovão, Thor.

A Aposta com Odin

Um dia Odin foi até Jotunheim, a terra dos gigantes de gelo, e ao passar em frente ao castelo de Hrungnir, decidiu fazer uma aposta com o mesmo, dizendo que poderia derrotá-lo facilmente em uma corrida montando Sleipnir, seu veloz cavalo de oito patas, além de colocar sua cabeça como prêmio. Afrontado, Hrungnir não pensou duas vezes em montar seu cavalo de crinas douradas, chamado Gullfaxi, e então deram início a corrida. Apesar de Sleipnir ser superior à Gullfaxi, Odin temia perder a corrida e com ela a sua cabeça, e então resolveu desviar o rumo para Asgard, a morada dos deuses, na tentativa de intimidar Hrungnir. 


A estratégia de Odin acaba surtindo efeito: ao ver que seria imprudente entrar na cidade dos deuses, Hrungir puxa as rédeas de Gullfaxi, dando vantagem a Odin. Em seguida, tomado pela ira, resolve seguir em frente e entrar em Asgard, mas já era tarde, Odin já havia chegado. Odin reconheceu sua trapaça, e afim de acalmar os ânimos do gigante, o convida para um banquete em Valhala.

A Luta contra Thor

Hrungnir se juntou aos deuses em um banquete, e tão logo começou a beber, começou a se exaltar, vangloriando-se de que mataria todos os deuses, com exceção de Freya e Sif, as quais ele levaria consigo de volta a Jotunheim. Os deuses logo se cansaram de suas ofensas e mandaram buscar Thor, que estivera em outro lugar lutando contra outros gigantes.

Quando Thor chegou e tomou conhecimento da situação, rapidamente levantou seu martelo e se preparou para matar Hrungnir ali mesmo. O gigante acusou Thor de covardia, por ter a intenção de matar alguém desarmado, e desafiou o deus do trovão para um duelo, onde ambos usariam uma arma de sua escolha.

O duelo seria realizado em um campo próximo de Jotunheim. Hrungnir chegou primeiro ao local, trajando uma armadura de pedra e empunhando um escudo também de pedra e uma pedra de amolar como arma. De repente, ele viu um raio e ouviu o trovão rompendo acima dele, e Thor surgiu no campo de batalha. 


Thor atirou seu martelo Mjölnir em direção a Hrungnir e o gigante atirou sua pedra de amolar em direção ao deus. A pedra atingiu a testa de Thor, se despedaçando e dando origem a todas as pedras de amolar do mundo. Apenas um pedaço dela ficou alojado em sua testa. O martelo de Thor também atingiu a cabeça de Hrungnir, mas nesse caso, foi o crânio do gigante que foi feito em pedaços. Em sua queda, o corpo morto de Hrungnir tomba sobre Thor, deixando o deus enterrado sob uma de suas pernas. Thor tentou em vão mover a perna do gigante, e nem mesmo com a ajuda de seu servo Thialfi, conseguiu movê-la um centímetro. 

No fim Magni, o filho de Thor ainda pequeno, chega ao local e com facilidade consegue mover a perna de Hrungnir de cima do corpo do pai, libertando-o. Como presente, Thor dá a seu filho o cavalo de Hrunginir, Gullfaxi.

De volta a Asgard, Thor procurou o auxílio de uma feiticeira chamada Groa, para remover a lasca de pedra alojada em sua testa. Groa cantou feitiços sobre a pedra para removê-la da testa de Thor, e quando ele sentiu a pedra se movendo, começou a dizer para a feiticeira muitas coisas alegres para encorajá-la, principalmente que ele havia encontrado seu marido perdido, que logo estaria de volta. Groa acabou ficando tão emocionada ao saber que seu marido ainda vivia, que acabou esquecendo seus cantos, e a rocha permaneceu alojada no rosto de Thor até sua morte durante o Ragnarok.

NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

14 comentários:

  1. Show de bola o mito desse gigante. Espero que de alguma forma ele apareça no nosso GoW

    ResponderExcluir
  2. Muito dahora. Estou ficando realmente interessado na mitologia nórdica.
    Vlw pelo post ^^!

    ResponderExcluir
  3. Quais são os tipos de Jotun na mitologia nórdica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 2. Os de gelo, descendentes de Ymir, e os de fogo, habitantes de Muspelheim e liderados por Surtur. Sobre Surtur, não se sabe sua origem, se veio de Ymir ou se surgiu de outra forma, só se conhece seu papel durante o Ragnarok.

      Excluir
    2. Também tem os Trois,eu perguntei por que em outros lugares eu encontrei gigantes de e pedra e gigantes normais.

      Excluir
    3. Na página da Wikipédia de Aegir diz que existem gigantes marinhos e essa página não pressisa de revisão ou que coloquem ou citem fontes.

      Excluir
    4. Nunca vi gigantes marinhos (no plural). Aegir é chamado de gigante marinho, sendo por vezes retratado como tal, ou retratado como um velho magro. Ele é um deus provavelmente incorporado ao panteão nórdico, mas originário de outras culturas, e já vi ele ser listado como um Jotun. Gigantes de pedra eu conheço só o próprio Hrungnir, que é classificado como um jotun tbm.

      Excluir
    5. Ainda na Wikipedia de Aegir, eles chamam os tais gigantes marinhos de Fjortun, mas pesquisando, encontrei apenas o mesmo texto em vários lugares, uns copiados dos outros. Não encontrei fontes verídicas/confiaveis sobre os tais.

      Excluir
  4. As pedras não tinham sido feitas dos ossos e dentes de Imer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Fui procurar a passagem original na Edda em Prosa. Lá diz que a pedra de amolar de Hrungnir chocou-se contra o martelo de Thor em pleno voo, partindo-se em duas. Uma delas caiu no chão e deu origem a todas as pedras de amolar do mundo, enquanto a outra atingiu Thor. Depois irem consertar isso.

      Excluir
  5. Posso usa essa postagem como base da minha página na desciclopedia? É um projeto sem fins lucrativos e darei seus créditos na página.

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby