Image Map

22 de novembro de 2017

Goemon, o Ladrão Ninja

۞ ADM Sleipnir


Ishigawa Goemon (japonês 石川 五 右衛門, 1558-1594) foi um lendário criminoso japonês, visto pelo povo como um verdadeiro herói, pois roubava ouro e outros objetos de valor e os dava aos pobres, ao melhor estilo Robin Hood. Considerado por muitos um herói, sua história vive na cultura pop japonesa contemporânea.

Existem várias histórias diferentes sobre a vida de Goemon. A mais famosa conta que ele nasceu no ano de 1558, com o nome de Sanada Kuranoshin. Sua família estava a serviço do  poderoso clã de samurais Miyoshi, da província de Iga. Em 1573, seu pai, Ishikawa Akashi, foi morto por homens do xogunato Ashikaga (em algumas versões, sua mãe também é morta). Sanada, então com quinze anos, jurou vingança e começou a treinar ninjutsu na Escola de Iga, sob a tutela de Momochi Sandayu. Ele foi forçado a fugir quando seu professor descobriu um romance entre Sanada e sua esposa, e na fuga, Sanada roubou a espada de seu professor. 

Após a fuga da Escola de Iga, Sanada mudou de nome para Ishikawa Goemon e tornou-se líder de um grupo de ladrões, que roubavam ricos senhores feudais, clérigos e comerciantes, e depois compartilhavam o seu despojo com os pobres.


A primeira menção feita à Ishikawa Goemon aparece na biografia sobre Toyotomi Hideyoshi, publicada em 1642. Nela, Goemon é referido simplesmente como um ladrão. Conforme a lenda de Goemon tornou-se mais popular, ele foi creditado com as façanhas anti-autoritárias mais notáveis ​​na história do Japão. Algumas delas incluem as tentativas de assassinato contra o xogum Oda Nobunaga e contra o seu sucessor Toyotomi Hideyoshi.

Sua morte ressoa nos anais da história por sua crueldade. Após sua tentativa frustrada de assassinar o xogum Toyotomi Hideyoshi, Goemon foi fervido publicamente dentro de um caldeirão. Uma história conta que o motivo de Goemon atentar contra a vida de Hideyoshi foi porque este havia matado sua esposa, Otaki, e sequestrado seu filho, Gobei. Ele entrou escondido no castelo de Hideyoshi, e ao entrar em seu quarto, Goemon esbarrou num sino. O barulho acordou os guardas e Goemon acabou sendo capturado. Ele foi sentenciado até morte em um caldeirão de ferro cheio de óleo fervente juntamente com seu filho. No momento da execução, Goemon, já dentro do caldeirão, segurou seu filho acima de sua cabeça, protegendo-o da morte. Assistindo a cena, Hideyoshi acabou perdoando o filho de Goemon.

Outra história conta que Goemon queria matar Hideyoshi porque ele era um déspota. Quando ele entrou no quarto de Hideyoshi, Goemon foi detectado pela fumaça de incenso místico e capturado pelos guardas. Ele foi executado em 24 de agosto, juntamente com sua família em um caldeirão de óleo fervente. Goemon tentou primeiro salvar seu filho da morte, segurando acima da cabeça. De repente, ele decidiu mergulhar seu filho no óleo para matá-lo o mais rápido possível. Em seguida, ele ficou de pé, suspendendo o corpo do menino acima de sua cabeça, em desafio aos seus inimigos, até que sucumbiu à dor e as lesões e afundou no caldeirão.


Uma lápide em sua memória está localizada no Templo Daiunin em Kyoto.

Cultura popular

  • Goemonburo (Banho de Goemon) é como é chamado o típico banho japonês realizado em uma enorme banheira de ferro;
  • Goemon figura em inúmeros games, sendo o principal a série auto-intitulada "Goemon", da Konami. Ele também dá as caras na franquia Samurai Warriors;
  • Em Naruto, Goemon é o nome de uma técnica do personagem Jiraya, onde o mesmo utiliza óleo e os elementos Katon (fogo) e Fuuton (vento). 

Arte Sábia: Goemon
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

2 comentários:

  1. Uma curiosidade: Goemon reaparece como um ladrão samurai no mangá Lupin III de Monkey Punch. Ele se torna rival depois amigo de Aris Lupin, o neto do lendário ladrão francês Arsene Lupin.

    ResponderExcluir
  2. Outra curiosidade: em One Piece, Kouzuki Oden faz claras referências ao personagem Goemon. Ambos têm infâncias problemáticas, lideram um grupo de bandidos e são mortos por um xogum déspota em um caldeirão fervente. Oden, quanto mais fervido, MELHOR ELE FICA!!!

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby