23 de julho de 2013

Samodiva

۞ ADM Sleipnir



As Samodivas são descritas no folclore eslavo como espíritos da floresta, similares as ninfas, que aparecem como moças loiras e altas, com cabelos longos e pele pálida. Embora seja dito que possuem asas, são as roupas feitas de penas que elas usam, que lhes dá o poder de voar. Mas não se deve subestimá-las por causa de sua beleza. Alguns dizem que essas donzelas também podem se transformar em monstros-pássaro, a fim de lançar fogo em seus inimigos, e são capazes de trazer a seca, bem como morte ao gado por febre alta. 

Vivendo nas partes mais profundas das florestas, elas saem à noite para curar plantas danificadas e animais feridos. Muitos atribuem suas proezas de cura ao seu vasto conhecimento de ervas, e se alguém conseguir bisbilhotar a esses espíritos, poderá obter esse conhecimento por si mesmo. Mas nem por isso é uma boa ideia abordar uma dessas criaturas enquanto as observa, pois aqueles vistos por elas nunca mais serão vistos por qualquer outra coisa viva novamente.


Flores brotam onde quer que a Samodiva toque seus pés.
As Samodivas gostam de brincar com os homens, muitas vezes seduzindo-os através da dança, só para depois transformá-los em algum tipo de animal selvagem, (geralmente um lobo, javali, etc) ou uma pedra. Algumas Samodivas podem até mesmo chegar ao ponto de beijar o viajante errante, o que fará com que sua vítima esqueça completamente tudo, exceto seu amor recém-descoberto pela fada; às vezes ela lhes dá pequenas partes de seu cabelo ou roupa (que se dizia ser a fonte de seus poderes) a fim de aumentar o seu controle. Enquanto encantado, a Samodiva irá drenar sua energia, deixando-os seguir caminho depois de terem terminado. Mas o desejo pela criatura irá devasta-los, levando-os a morrer de um coração partido. Felizmente, sua maldição pode ser suavizada se eles compartilhavam o amor verdadeiro um com o outro. Quanto às mulheres, a Samodiva muitas vezes irá raptá-las, levando-as para dentro da floresta, ou simplesmente irá dançar com elas até que se esgotem.

Parece que dançar e cantar é o que as Samodivas mais admiram, e elas são muito hábeis em ambos. Mas o ato de cantar muitas vezes foi relacionado com o ato de lavar roupas, o que a Samodiva faz em rios e lagos próximos. É durante esse momento que os homens ousados tentam capturar essas criaturas, ou melhor, suas roupas. Se um homem conseguir roubar as roupas de uma Samodiva, ela se tornará sua esposa. Mas ter uma fada como um cônjuge parece ser uma péssima idéia.



Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby