13 de julho de 2013

Inugami

۞ ADM Sleipnir


O Inugami ("deus cão") é um shikigami (uma espécie de espírito familiar) japonês, semelhante a um cão. Ele é invocado geralmente com o intuito de executar uma vingança ou atuar como um guardião, ambos em nome do seu mestre humano, denominado Inugami-mochi. Inugamis são extremamente poderosos e capazes de existirem de forma independente, bem como possuir o seu mestre e também outros humanos.

A crença geral é que um inugami é criado ao enterrar um cão até o pescoço e colocar comida em torno dele, de forma que ele não possa alcançar. Levará dias para o cão morrer, e durante este tempo o mestre do cão passará repetindo as seguintes palavras: "A sua dor não é nada comparada a minha". Quando o cão estiver prestes a morrer, no pico de sua fome, sua cabeça deve ser cortada e enterrada num local de grande movimento de pessoas. O barulho pertubará ainda mais o espírito do cão, e fará com que ele se transforme num inugami, que automaticamente voará em busca de comida. O alimento ao redor do cadáver agiria como uma oferta para aplacar o espírito vingativo do inugami, e, assim, torná-lo obediente ao inugami-mochi, As vezes, o inugami poderá assombrar o seu mestre.


Acredita-se que muitos vilarejos no Japão possuam pelo menos uma anciã que tenha um pacto com um inugami. Existem algumas lendas sobre uma anciã que desejava vingança contra um certo inimigo, e enterrou o seu precioso cão no solo, apenas com a cabeça para fora da terra, e disse-lhe: "Se você tem uma alma, faça a minha vontade e eu vou te adorar como um deus." Ela então cortou a cabeça do cão com uma serra de bambu, liberando o espírito do cão como um Inugami. O espírito então fez o que ela queria, mas devido a sua morte dolorosa, o inugami passou a assombrar a velha.

Nas Ilhas Oki, o Inugami assume a função que o Kitsune mantém em muitas outras regiões do Japão. Acredita-se que um Inugami-mochi será abençoado com uma grande fortuna e sucesso, e que os favores concedidos por ele serão devolvidos com juros. No entanto, em troca, Inugami-mochi são evitados por outras pessoas, sendo difícil para eles até de se casarem. Apesar disso, deve-se ter cuidado para não ofender o seu Inugami, para que não receba a sua ira, pois ao contrário do kitsune, um inugami não se limita a seguir o seu os desejos do Mestre, mas também age de acordo com sua própria vontade.


O corpo original de um Inugami é abandonado no momento que ele o deixa para seguir os desejos de seu mestre; o cadáver enterrado lentamente murcha e apodrece, e caso o Inugami retorne para o seu corpo enterrado e ele não estiver em condições de ser habitado novamente, ele então poderá assumir o controle do corpo de seu mestre, tornando-o ainda mais poderoso.

É dito que a possessão do corpo por um Inugami é capaz de curar doenças, ou problemas de saúde, porém existem muitos efeitos colaterais. Sinais de possessão por um inugami são: dores no peito, mãos, pés ou ombros, sentimentos de ciúme profundo e repentinamente começar a agir como um cão. Outras vítimas desenvolvem fome intensa e se transformam em glutões, e diz-se que as pessoas que morrem enquanto possuídas por um Inugami exibem marcas em seu corpo, como dentes de cão e marcas de garras. Não só os seres humanos, mas animais como vacas e cavalos, ou até mesmo objetos inanimados, podem ser possuídos pelo Inugami. 







Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

5 comentários:

  1. Gostei muito, foi muito bem explicado pena que não da pra copiar o texto e postar na minha página sobre cultura oriental.. Links la não são tão idolatrados..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isabela, infelizmente tive que bloquear a cópia dos textos do blog, devido ao alto índice de cópias não autorizadas dos textos do blog. Já chegaram ao extremo de copiar o layout e quase todas as minhas postagens, sem nos dar nenhum crédito pelos textos. O pessoal acha que é fácil fazer essas postagens, são horas e horas, as vezes dias de pesquisa. Caso queira usar um de nossos textos, por favor mande um e-mail para: portaldosmitos@gmail.com, informando o link do local onde pretende utilizar o texto, e estarei lhe enviando uma cópia do texto, mas por favor, dê os créditos ao nosso blog.

      Excluir
  2. Sesshoumaru?! O.O não é você, ou é?

    ResponderExcluir
  3. O_O Nossa, no início quando comecei a ler sobre o Inugami, eu tava louca pra ter um, depois de ler, agora to na dúvida!

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby