Image Map

15 de julho de 2013

Mimir

۞ ADM Sleipnir

Arte de Miguel Regodon

Mimir (também conhecido como Mim) é na mitologia nórdica o deus guardião de Mimisbrunnr, o poço do conhecimento localizada na base da árvore do mundo, Yggdrasill. Um ser excepcionalmente sábio e um conselheiro dos deuses, Mimir é geralmente considerado um membro clã dos Aesir, embora alguns teorizem que ele era na verdade um gigante (jotunn).

Mitologia

Ao final da guerra entre os Aesir e os Vanir, os deuses firmaram uma trégua, que seria selada com a troca de lideres entre os dois clãs. Os Vanir entregaram Njord e seus filhos Freya e Frey para os Aesir, enquanto os Aesir entregaram Mimir e irmão de Odin, Hoenir, foram entregues aos Vanir. 

Frey e Freya

Enquanto Njord e seus filhos tenham sido bem aceitos em Asgard, Mimir e Hoenir não tiveram a mesma sorte em Vanaheim. Embora Mimir fosse dotado de vasta sabedoria e fosse muito útil para os Vanir, Hoenir só demonstrava ter algum valor quando estava perto de Mimir, a quem sempre tinha que consultar. Quando o mesmo não estava por perto, Hoenir não conseguia raciocinar e até mesmo ficava sem palavras perante os Vanir.

Sentindo-se enganados pelos Aesir e bastante enfurecidos, os Vanir decapitaram Mimir e enviaram sua cabeça de volta para Asgard. Odin, o pai dos deuses, embalsamou a cabeça de Mimir e a colocou na fonte de Yggdrasil. Utilizando seus conhecimentos rúnicos, Odin conseguiu fazer com que a cabeça falasse e dessa forma passou a utilizar a cabeça como meio de adquirir mais sabedoria.

Arte de deWitteilIlustration

O poço do conhecimento surgiu a partir do local onde a cabeça de Mimir foi mantida. Buscando sabedoria, Odin cavalgou até o poço para beber de suas águas. No entanto, Mimir lhe permitiu fazê-lo apenas depois de Odin deixar um de seus olhos no poço. A partir de então, quando Odin queria aprender os segredos do bem, ele fazia perguntas à cabeça de Mimir, que lhe dava as respostas que almejava.

Teorias

Mimir irmão de Bestla

Com base na estrofe 140 do poema Hávamál - onde Odin aprende nove canções mágicas do irmão não identificado de sua mãe Bestla - alguns estudiosos teorizaram que o irmão de Bestla pode na verdade ser Mímir, que então seria tio materno de Odin.

Hoenir e Mimir como representações dos corvos de Odin

O nome Hoenir deriva-se do nórdico antigo hugr, "pensamento" e Mimir do nórdico antigo minni, "memória". Essas palavras também são raízes para os nomes Huginn e Muninn, pertencentes aos corvos de Odin, e que eram a representação dos poderes cognitivos do deus. Por isso, alguns estudiosos acreditam que Mimir representava a memória de Odin, e a consulta a sua cabeça pelo deus simbolizaria o acesso ao conhecimento oculto, vedado aos novatos e permitidos aos iniciados da tradição.
fontes:

NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

2 comentários:



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby