4 de outubro de 2012

Quetzalcóatl

#ADM Sleipnir


Quetzalcóatl é uma divindade das culturas da Mesoamérica, especialmete da cultura asteca, mas também venerada pelos toltecas e maias. É considerada por alguns pesquisadores como a principal dentro do panteão desta cultura pré-hispânica. Os astecas incorporaram esta deidade em sua chegada ao vale do México, no entanto modificaram seu culto, eliminando algumas partes, como a proibição dos sacrifícios humanos.


O nome de Quetzalcóatl é composto de duas palavras de origem náuatle: quetzal, que é uma ave de formosa plumagem que habita a selva centroamericana e cóatl, "serpente" e é usualmente traduzida como "Serpente Emplumada", "Pássaro Serpente", ou "Pássaro Serpente da Guerra"; Especula-se que a origem desta deidade provém da cultura olmeca, no entanto sua primeira aparição inequívoca ocorreu em Teotihuacan. A cultura teotihuacana dominou durante séculos o planalto mexicano. Sua influências culturais abarcaram grande parte da mesoamérica, incluindo as culturas maia, mixteca e tolteca. Os maias retomaram a Quetzalcóatl como Kukulkán.

Quetzalcoatl representa as energias telúricas que ascendem, daí a sua representação como uma serpente emplumada. Neste sentido, representa a vida, a abundância da vegetação, o alimento físico e espiritual para o povo que a cultua ou o indivíduo que tenta uma ascese espiritual.


Posteriormente, passou a ser cultuado como deus representante do planeta Vênus, simultaneamente Estrela da Manhã e Estrela da noite, correspondendo, com o seu gêmeo Xolotl, à noção de morte e ressurreição. Deus do Vento e Senhor da Luz, era, por excelência, o deus dos sacerdotes. É às vezes confundido com o rei sacerdote de Tula. Governava o leste.

Segundo fontes incertas e tradições orais, uma das representações deste deus é um homem branco, barbado e de olhos claros. Esta representação seria uma das justificativas da teoria de que os povos indígenas, durante a conquista da Nova Espanha (Mesoamérica), acreditaram que Hernán Cortez era Quetzalcóatl. O acadêmico multiculturalista Serge Gruzinski, analisando as crônicas do século XVI sobre a conquista do México, compartilha da crença de que os astecas realmente acharam que Cortez fosse Quetzalcóatl e essa é uma das razões pela qual os espanhóis dominaram tão facilmente a América Central.

O cacau, fruto tipicamente americano, era usado durante os rituais ao deus como uma bebida quente, o xocóatl, bebida que deu origem ao chocolate tão apreciado atualmente.


NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

5 comentários:

  1. A percepção de que dinossauros são intimamente relacionados com as aves levantou a possibilidade óbvia da existência de dinossauros emplumados. Fósseis de Archaeopteryx possuem penas bem preservadas, mas até o início da década de 1990 que claramente fósseis não-aviários de dinossauros, foram descobertos com penas preservadas. Hoje há mais de vinte gêneros de dinossauros com penas fósseis, quase todos são terópodes. A maioria é da Formação Yixian da China. As penas fósseis de um espécime, Shuvuuia deserti, apresentou teste positivo em testes imunológicos para a beta-queratina, a principal proteína nas penas das aves.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que o grande equívoco em tentar entender as culturas que antecederam o mundo moderno está em interpretar tudo de uma forma literal. Uma cultura com uma capacidade de engenharia tão sofisticada como foi essa, com um domínio sobre tantos aspectos técnicos, seria igualmente capaz de criar de mesmo modo sua cultura religiosa e filosófica, porque não, de uma forma alegórica, diria que até mesmo criptografada.
      Sabemos que a serpente é usada em muitas culturas ao redor do mundo para fazer todo o tipo de referência, seja relacionando à algo positivo, ou à algo negativo, isso varia de acordo com a forma que a tal sociedade à vê. Já a associação à ave, pode igualmente representar uma enorme gama de interpretações não literais.
      Acredito que interpretar as culturas antigas de uma forma literal é um grande equívoco, pois já possuímos provas arqueológicas suficientes para sabermos que de uma forma ou de outra, esses povos desafiavam o racional em diversas ocasiões, e mesmo assim não conseguimos explicar tais fatos. Acredito que isso por si só já é o suficiente para no mínimo respeitarmos a visão de mundo que os mesmos tinham, e refletir de uma forma mais aprofundada sobre o tema.
      É um assunto fascinante, e conforme a pedra derrete, as máscaras caem. Forte abraço.

      Excluir
  2. Gêneros de dinossauros com evidência de penas preservadas
    Fóssil de Sinornithosaurus millenii, a primeira evidência de penas em Dromeossaurídeos.
    Fóssil de Jinfengopteryx elegans.

    Muitos dinossauros não-aviários são conhecidos por terem tido penas. Evidência direta de penas existe para os seguintes gêneros, listados na ordem atualmente aceita e pela data de publicação. Em todos os exemplos, as evidências descritas consiste de impressões de penas, exceto as marcadas com um asterisco (*), o que denota gêneros conhecido por ter tido as penas com base em provas do esqueleto ou químicas, tais como a presença de "puxadores pena".
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Dinossauros_emplumados

    ResponderExcluir
  3. Esse deus pode ser considerado um Dragão? :D

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo. Porém pedimos que evitem:

1)Xingamentos ou ofensas gratuitas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Desrespeitar gratuitamente o autor da postagem ou outro visitante. Mantenha a polidez;
6)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby