13 de janeiro de 2016

Reshep

۞ ADM Sleipnir


Reshep (Rahshaf, Rasap, Rashap, Resep, Reshef, Reshpu) era um deus originalmente sírio, cultuado no antigo Egito como um deus da guerra e da peste. Sua introdução no Egito antigo se deu por intermédio dos hicsos, entre 1700 e 1600 a.C. Em sua terra natal. era conhecido como o deus das tempestades e epidemias, o responsável por todas as calamidades que podiam castigar os homens.

Por causa de suas habilidades marciais, Reshep era intimamente associado com o faraó em batalha. Amenhotep II estabeleceu uma estela próxima da Esfinge de Gizé que mostra Reshep e Astarte vigiando-o enquanto ele prepara seus cavalos para a guerra. No entanto, ele também pode usar suas habilidades para proteger as pessoas comuns das doenças. 

Iconografia

Reshep era retratado como um homem com uma barba estilo sírio, vestindo a coroa branca do Alto Egito, com uma cabeça de gazela em sua testa ao invés do uraeus e uma fita na parte de trás. Em sua mão direita, Reshep carrega uma arma, geralmente uma lança, maça, machado ou foice. Na mão esquerda, ele segura um escudo, um cetro Was ou um ankh. 


Relações e associações com outros deuses

Reshep foi muitas vezes considerado como o marido de Qadesh (outra deusa importada da Síria) e pai de Min. No entanto, ele também é descrito como o marido da deusa Itum, devido ao seu poder para controlar as pestes. Por sua natureza bélica e violenta, ele era associado a Seth, e também ao deus da guerra de Tebas, Montu. Os gregos o associavam à Apolo e ao védico Rudra. Reshep foi ainda associado com o deus babilônico da morte Nergal e ocasionalmente com Marte (novamente por causa da conexão militar).

Epitetos

Reshep era conhecido no Antigo Oriente e no Egito como Reshep-Shulman. No entanto, ele também tinha epítetos específicos em locais diferentes. Os fenícios se referiam a ele como Reshep gen (Reshep do Jardim) e Chtz bal ("Senhor da Seta"), enquanto os hititas descreviam-no como um "deus veado" ou "deus gazela". No Egito, ele era conhecido como "Senhor do Céu" ou "Senhor da Eternidade" e uma área do vale do Nilo foi rebatizada de "Vale de Reshep". que o seu nome originalmente derivado do hebraico para "chama" ou "praga".


Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

4 comentários:

  1. Mito interessante , porem vim avisar que mandei um email pra você com um material interessante , depois de uma olhada em sua caixa de entrada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Willian, obrigado mais uma vez por enviar sugestões! Só gostaria de lhe pedir para que envie-as somente pelo e-mail. Não precisa comentar nas postagens do blog para me avisar que me mandou os e-mails pq eu os leio regularmente.

      Excluir
  2. Muito interessante,mas eu gostaria de saber um pouco sobre uma certa criatura mitológica chamada MANTICORA,já q as informações sobre ela,são poucas

    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodrigo, leia minha postagem falando sobre a Mantícora: http://portal-dos-mitos.blogspot.com.br/2013/01/manticora.html

      Excluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby