Image Map

17 de junho de 2019

Nachtkrapp

۞ ADM Sleipnir


O Nachtkrapp (alemão, lit. "corvo da noite") é um bogeyman (bicho-papão) originário da região sul da Alemanha e da Áustria, onde histórias sobre ele são usadas para assustar crianças e fazê-las irem para a cama. Na maioria das histórias, o Nachtkrapp é descrito como uma espécie de corvo gigante. Ele também pode ser caracterizado como um ser com um corpo humanóide e com a cabeça de um corvo.

As histórias mais comuns afirmam que o Nachtkrapp deixa seu esconderijo durante à noite para caçar. Se ele avistar crianças pequenas, ele as captura e as leva para o seu ninho onde irá devorá-las, primeiramente arrancando seus membros e, em seguida o seu coração. Em algumas versões, o Nachtkrapp somente rapta as crianças, colocando-as em sua bolsa e as levando para longe dos pais.


Existem algumas histórias com variações do Nachtkrapp. Uma dessas variações é o Wütender Nachtkrapp (alemão, lit. bravo corvo da noite). Em vez de raptar crianças, ele simplesmente canta bem alto e agita suas asas, até que as crianças fiquem quietas em silêncio.Há também o Guter Nachtkrapp (alemão, lit. bom corvo da noite), uma versão benevolente do Nachtkrapp. Esta ave entra no quarto das crianças durante a noite e canta suavemente para fazê-las dormir.

As origens das lendas sobre o Nachtkrapp são desconhecidas, mas pode haver uma conexão com infestações de gralhas na Idade Média. Já temidas devido as suas penas pretas e sua dieta carniceira, a concentração em massa delas logo se tornou uma ameaça existencial para os camponeses, e deu as gralhas e corvos o seu lugar no folclore como monstros que tudo devoram. 



NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

Um comentário:

  1. Adorei. Irei usar essa história em um dos livros que irei escrever. No meu universo ficcional, no caso, ele nada mais será do que um plumífero (monstro semelhante ao licantropo, mas que se transforma em aves) do tipo corvo. Ele, em específico, será antropófago, com predileção por crianças. (Vou até pesquisar a psicologia por trás do canibalismo pra isso). E aí, o Adriel, em suas andanças como exilado na Terra, vai acabar se encontrando com a criatura.
    Muito obrigada, você é incrível, Sleipnir!

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby