Image Map

19 de julho de 2021

Cindaku

۞ ADM Sleipnir

Arte de DilaNeko

Os Cindaku (ou Tjindaku) são, de acordo com lendas da comunidade de Kerinci (localizada na ilha de Sumatra, na Indonésia) homens capazes de se transformarem em criaturas híbridas entre homem e tigre. Diferente dos lobisomens, que de acordo com o folclore se transformam apenas em noites de lua cheia, os Cindaku podem se transformar sempre que quiserem, porém estão presos a sua terra natal, perdendo o dom de se transformar assim que a deixam. Para se transformarem, eles precisam se deitar no solo de sua terra natal, encostando o peito no chão.

Arte de Piqri Arqam

Segundo alguns relatos, a capacidade de se transformar em um Cindaku é uma espécie de "ciência da mente", herdada dos ancestrais da sociedade kerinci e passada de pessoa para pessoa dentro de determinadas famílias. Somente um sangue puro, aliado à um grande talento espiritual, garantem que o usuário seja capaz de desenvolver esse poder. 

De acordo com uma história, no entanto, o poder de se tornar homem tigre teria surgido através de um pacto feito entre ancestrais do povo Kerinci com tigres da região, visando manter um limite entre a sociedade dos homens e a dos tigres. Graças a esse pacto, tigres não atacariam mais os humanos, que poderiam viver em paz na região desde que também não atacassem os tigres. Aqueles que obtiveram o poder de se tornar meio humanos, meio tigres, tornaram-se responsáveis por moderar esse pacto. Eventuais casos de tigres atacando e devorando humanos são, por alguns, interpretados como consequências da violação desse antigo pacto.


fontes:
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

12 comentários:

  1. Um dos motivos de ter abandonado meu mundo de Blog há uns 15 ou 20 anos é que as pessoas são extremamente preguiçosas, oportunistas e egoístas.
    Sei o trabalho que dá pra criar, editar, modificar templates pra deixar tudo perfeito, o usuário passa, adquiri informação e sequer deixa um comentário ou like pra saber se agradou ou não. Um blog só cresce e fica famoso se um famosinho da vida disser que frequenta. As vezes é preciso pagar pra ganhar um elogio no Instragram e isso virar propaganda disfarçada. Boa sorte.. Guerreiro(a)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amigo pelo apoio! Eu resisto porque sou teimoso mesmo, mas que dá vontade de parar dá mesmo.

      Excluir
    2. O amigo Deuszaum tem razão, ainda mais que o blog precisa da interação do público pra crescer. Mas, também, as coisas mudaram e o Youtube, por exemplo, é muito mais visto hoje em dia, mais prático e muito mais público, não é? Pena, pois um blog lindo como esse e, os de Literatura valem ouro, pelo menos pra mim!

      Excluir
    3. Enquanto houverem aqueles que apreciam uma boa leitura, estarei aqui.

      Excluir
  2. Lembra os homens onça do folclore indígena brasileiro, que eu esqueci o nome.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu conheço o Yaguareté-abá, mas não é propriamente brasileiro, é um mito guarani mais pro lado das terras argentinas. Inclusive já publiquei a respeito aqui no blog.

      Excluir
    2. Sim, a versão brasileira tem outro nome, no caso é kupen-rob, povo onça. Lembrei 😀

      Excluir
    3. Esse eu não conhecia ainda.

      Excluir
  3. Não tem fonte igual sobre mitos!

    ResponderExcluir
  4. Muito boa a lenda, valeu por postar

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo. Porém pedimos que evitem:

1)Xingamentos ou ofensas gratuitas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Desrespeitar gratuitamente o autor da postagem ou outro visitante. Mantenha a polidez;
6)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby