Image Map

26 de junho de 2013

Acheri

۞ ADM Sleipnir

Arte de St-Alpha

Um Acheri é um espírito demoníaco com lendas existentes em ambos os hemisférios oriental e ocidental. Tanto a Índia e tribos nativas americanas (talvez até mesmo aquelas no Novo México e no sudoeste) têm lendas desta criatura, que tem prazer em trazer a doença para as crianças. O Acheri faz isso lançando uma sombra sobre uma criança.

Diferentemente da maioria dos monstros que assumem uma forma hedionda, o Acheri toma a forma de uma menina frágil, um com uma pele cinza pálida. Apesar de sua aparência, o espírito demoníaco prospera em cima da miséria e sofrimento dos humanos, que quanto mais sofrem de sua chaga, mais forte e mais "felizes" tornam o Acheri.

Acheri na série "Sobrenatural"

O Acheri supostamente vive nas montanhas. Quando atraídos pela movimentação humana (como a caça ou pesca), o Acheri desce da montanha e segue os seres humanos que encontrou. Ela então aguarda o momento  em que a maioria da comunidade esteja reunida, como durante a colheita ou um festival. Nesses momentos, o Acheri entra no povoado cantando e dançando, e às vezes rufando. Ela procura as crianças, a quem ela lança uma sombra. As crianças então são atingidas com uma terrível doença, tal como um vírus respiratório. A infecção ocorre de forma rápida, espalhando-se rapidamente por toda a comunidade.

A única forma de proteger as crianças (e adultos) de um Acheri é usar algo vermelho, como um conjunto de contas, fitas, cordas, ou até mesmo um tecido bordado em roupas. O vermelho é uma cor tradicional para a proteção contra o mal. Em grande parte do folclore europeu, amuletos vermelhos afastam os maus espíritos e as bruxas.

Acredita-se que o Acheri tenha sido uma criança doente que morreu terrivelmente de uma doença dolorosa. Embora poderoso, o Acheri pode ser interrompido. Na mitologia hindu, um Acheri não pode não ser destruído, mas ele pode ser distraído. Para fazer isso, um altar cheio de luzes e bolos deve ser construído em um local remoto. A esperança é que o Acheri seja atraídos para o altar, interrompendo assim sua raiva e facilitando seu retorno a sua casa montanhosa. A tribo Chippewa na América do Norte acredita que envolver um pano vermelho abençoado por uma curandeira ao redor do pescoço do Acheri vai colocá-lo para descansar.


NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

Nenhum comentário:



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby