16 de dezembro de 2016

Reiki

۞ ADM Sleipnir


Arte de Mathew Meyer
Onis são criaturas famosas na cultura japonesa, que de acordo com uma lenda, foram homens perversos que em vida transformaram-se em demônios, passando a aterrorizar os vivos. Apesar de sua aparência monstruosa e de seu poder, eles podem ser mortos por armas ou até mesmo morrer de causas naturais, porém nem sempre eles passam pacificamente para a próxima vida. Alguns ainda têm negócios inacabados ou karma deixado para queimar, enquanto outros tem mortes tão violentas que a alma torna-se desconexa no momento da morte e eles permanecem no mundo humano como Reiki (霊鬼, "Demônio Fantasma").

Eles costumam aparecer do mesmo jeito que eram antes de suas mortes, embora muitas vezes sejam acompanhados por uma aura misteriosa. Eles são semi-transparentes como fantasmas, e muitas vezes adquirem poderes sobrenaturais adicionais, além da magia que conheciam em vida.

Os Reiki são movidos pela vingança. Eles procuram trazer sofrimento para a pessoa ou pessoas que eles creem ser responsáveis ​por sua morte, ou para aqueles que se opuseram a eles durante a vida. Eles podem assombrar durante séculos, seguindo um alvo, ou então anexar-se a uma determinada área - muitas vezes seu próprio túmulo - e atacar aqueles que se aproximam dela. Essas assombrações geralmente persistem até que o Reiki seja exorcizado por um poderoso sacerdote budista.

Existem bem menos histórias sobre Reiki do que sobre Oni, mas as histórias que existem falam sobre poderosos espíritos, ainda mais temíveis do que seus equivalentes vivos. Uma das lendas mais conhecidas envolvendo um Reiki acontece em Gangō-ji, um templo na província de Nara. Uma misteriosa força assombrava a torre do sino e matava aprendizes do templo todas as noites. A força era tão poderosa que nem mesmo os padres mais poderosos conseguiam identificá-la, muito menos exorcizá-la. Somente um aprendiz, que era filho de um deus, foi capaz de rastrear o Reiki e derrotá-lo, pondo um fim nas mortes do templo.



Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby