23 de dezembro de 2016

Gato de Yule (Jólakötturinn)

۞ ADM Sleipnir


O Gato de Yule (em islandês: Jólakötturinn ou Jólaköttur) é um felino gigante e demoníaco presente no folclore islandês, conhecido por espreitar os campos nevados durante o Natal e comer aqueles que não ganharam roupas novas para vestir antes da véspera de Natal. Ele é associado a gigante comedora de crianças Grýla e a seus filhos, os Rapazes de Yule, sendo considerado o seu animal de estimação desta terrível família.

A ameaça de ser comido pelo Gato de Yule era usada por fazendeiros como um incentivo para que seus trabalhadores terminassem de processar a lã durante o outono, antes da chegada do Natal. Aqueles que conseguiam cumprir o prazo eram recompensados ​​com roupas novas, mas aqueles que não conseguiam não receberiam nada e, assim, de acordo com a lenda, seriam atacados pelo monstruoso felino. 

Uma versão alternativa da lenda conta que o gato come apenas a comida daqueles que não possuem uma roupa nova durante as festividades do Natal. A versão devoradora de homens do Galo de Yule foi parcialmente popularizada pelo poeta islandês Jóhannes úr Kötlum em seu poema Jólakötturinn

Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

Um comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby