Image Map

2 de junho de 2021

Rakshasa

۞ ADM Sleipnir

Arte de Nils Hamm

Rakshasa (sânscrito: राक्षसः, rākṣasaḥ; alternadamente, Raksasa ou Rakshas; feminino: Rakshasi) é uma classe de criaturas demoníacas e semidivinas pertencente à mitologia hindu. Malignos por natureza, rakshasas são seres sedentos por carne e sangue, fazendo dos homens suas presas constantes. Eles também são conhecidos por perturbar sacrifícios, profanar túmulos, perseguir sacerdotes, possuir seres humanos, dentre outros.  Apesar disso, existem alguns poucos que se aliam aos humanos e os ajudam em suas batalhas.

A Origem dos Rakshasas

A origem dos rakshasas é explicada de várias maneiras na mitologia hindu. Segundo uma lenda, eles foram criados acidentalmente através da respiração ou do pé do deus criador Brahma, enquanto este descansava ao final do Satya Yuga, a primeira era da humanidade. Tão logo surgiram, eles se voltaram contra seu criador e começaram a devorá-lo. Quando acordou sentido suas mordidas e arranhões, Brahma gritou: "Rakshama!" ("Ajude-me!"). Seu grito foi respondido por outro deus, Vishnu, que baniu a terrível raça de demônios para a Terra. Seu nome acabou sendo derivado do grito de ajuda de Brahma. Uma outra versão diz que Brahma os criou conscientemente, com o objetivo de o protegerem enquanto descansava.

Arte de Caio Monteiro

Já em algumas obras como os Puranas, podemos traçar a origem dos rakshasas diretamente à descendentes de Brahma, como Pulastya e o sábio Kashyapa. Pulastya, por exemplo, era pai de Vishrava, que por sua vez foi pai de famosos rakshasas como Ravana e Kumbhakarna.

Características

A aparência de um Rakshasa é tão horrível quanto seus hábitos hediondos. Sua forma é basicamente humana, mas eles são mais altos do que homens e mulheres comuns, e seus membros são duas vezes mais grossos que os de um homem. Um conjunto de presas curvas se enrolam nos cantos de seus lábios, garras brotam dos dedos de suas mãos e pés, e dois chifres semelhantes aos de um touro crescem de suas cabeças. Os rakshasas mais comuns possuem uma pele manchada, cabelos escuros e olhos que lembram os de um porco. Outros mais poderosos apresentam olhos brilhantes e crinas/jubas ígneas. Os rakshasas mais poderosos podem apresentar cabeças e braços extras. 

A força bruta dos rakshasas e sua paixão pela carnificina por si só poderiam fazer de qualquer um deles um inimigo terrível. Ainda assim, eles possuem uma arma ainda mais poderosa do que presas, chifres ou garras: eles são mestres na arte da magia. Rakshasas podem voar, cuspir fogo e possuir cadáveres, usando-os para atacar seus inimigos, mas seu ramo favorito da magia é a ilusão. Eles são metamorfos incríveis, capazes de assumir qualquer forma e tamanho que quiserem, e são famosos por inventar enigmas quase impossíveis, que confundem e prendem suas vítimas. Embora rakshasas possam agir à qualquer hora do dia, eles atingem o auge de sua força durante à noite. Após o pôr do sol, os rakshasas possuem mais energia e força física, além de sua magia ficar mais potente.

Devido à tudo isso, rakshasas são criaturas extremamente difíceis de matar. A maioria dos guerreiros precisa de armas mágicas (astras), dadas a eles pelos deuses, para derrubar um desses monstros. No entanto, alguns dos maiores heróis da tradição hindu, como Bhima, foram capazes de matar rakshasas com suas mãos nuas.

Arte de Jessica Ong


Rakshasas Notáveis
  • Hidimba / Hidimbi: Uma dupla de irmãos rakshasas que aterrorizavam uma floresta e se alimentavam de qualquer um que passava por ela. Hidimba foi morto por Bhima, e sua irmã Hidimbi se apaixonou pelo herói e teve com ele um filho, Ghatotkacha.
  • Ghatotkacha: meio-rakshasa, Ghatotkacha reunia tanto as qualidades de seu pai quanto de sua raça, tornando-o um guerreiro formidável. Além disso, era leal ao seu pai e o ajudava nas batalhas sempre que este precisava.
  • Bakasura / Kirmira: Dois irmãos rakshasa também mortos por Bhima. O primeiro aterrorizava a cidade de  Ekacakra, e o segundo a floresta Kāmyaka 
  • Jatasura: outro rakshasa morto por Bhima. Este se disfarçou como um brâmane e sequestrou Yudhishthira , Sahadeva , Nakula , e Draupadi, atraindo para si a fúria do herói.
  • Ravana: o mais poderoso dos rakshasas, tido como a criatura mais poderosa do universo. Ravana era rei de Lanka e era dotado de dez cabeças. Além disso, comandava um exército composto por inúmeros rakshasas. Foi o principal adversário de Rama, avatar de Vishnu, no épico hindu Ramayana, sendo morto por ele.
  • Kumbhakarna: irmão mais novo de Ravana, mas tido como um ser de bom caráter, piedoso e inteligente. Tentou convencer o irmão a devolver Sita, esposa de Rama, e assim evitar a guerra, mas no fim seus esforços foram inúteis. Acabou lutando ao lado de seu irmão e sendo morto pelo próprio Rama.
  • Vibhishana: Outro irmão de Ravana, Vibhishana se uniu à Rama durante a guerra de Lanka, e ao final do conflito, foi coroado o novo rei de Lanka no lugar do irmão morto.
No Budismo

Conforme o budismo cresceu em popularidade, ele absorveu muitos dos personagens da mitologia hindu. Os budistas associavam os rakshasas à Mara, uma espécie de divindade que representava todos os vícios que poderiam atacar um seguidor de Buda no caminho para a iluminação. Em uma história, o próprio Buda encontrou um rakshasa hostil, que ameaçou devorá-lo se ele não conseguisse responder aos seus enigmas. Felizmente, o Buda onisciente respondeu às perguntas com facilidade, e o demônio ficou tão impressionado que se tornou um seguidor do budismo.

fonte:
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

2 comentários:

  1. A internet necessita de um blog desses

    ResponderExcluir
  2. Muito Bacana! Gosto muito desse ser mitológico! Conheci pelo Ravana na história do Ramayana.

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo. Porém pedimos que evitem:

1)Xingamentos ou ofensas gratuitas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Desrespeitar gratuitamente o autor da postagem ou outro visitante. Mantenha a polidez;
6)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby