Image Map

30 de junho de 2021

Nezha

۞ ADM Sleipnir

Arte de P1ka 9

Nezha (chinês 哪吒) é uma divindade protetora taoísta e um herói bastante popular na mitologia, na religião e na cultura popular chinesa. Sua aparência jovem e principalmente seu comportamento, por vezes rebelde e que contrasta com as demais divindades chinesas, o tornaram uma figura mais fácil de se identificar pelo povo, principalmente pelos mais jovens. 

Seu nome foi originalmente emprestado de Nalakuvara, um yaksha (espírito benevolente) da mitologia hindu. Nalakuvara foi transliterado em chinês para Nàluójiūpóluó (那羅鳩婆羅), sendo eventualmente corrompido e reduzido para Nǎzhā (哪吒) e posteriormente romanizado para Nezha.

Iconografia

Nezha é geralmente descrito como uma criança ou um jovem voando ou flutuando com seus pés sobre duas rodas em chamas, empunhando uma lança com a ponta em chamas em uma das mãos e um anel dourado na outra. Ele também costuma estar envolvido por uma faixa de seda vermelha. Por vezes, ele aparece representado com três cabeças e seis braços. Costumeiramente, Nezha é representando enfrentando dragões, serpentes e outros seres malignos.

Arte de jh shao

Origem

De acordo com mitos primários, Nezha era originalmente um guarda-costas do Imperador de Jade. Conta-se que ele era um ser gigante, com cerca de 18 metros de altura e dotado de três cabeças e seis braços. Em seu papel como guarda-costas, Nezha estava sempre a postos, enxergando e vigiando todos os lados ao mesmo tempo, enquanto empunhava armas e escudos com cada uma de suas mãos. Conta-se ainda que quando ele falava, sua voz abalava os corredores do Céu e as próprias fundações da Terra. Preocupado com os muitos espíritos demoníacos que estavam causando estragos na Terra, o Imperador de Jade nomeou Nezha para caçá-los e destruí-los. Para cumprir essa missão, deveria encarnar na Terra como como um ser humano. 

Arte de yuxuan liu


O Nascimento de Nezha

De acordo com o romance Fengshen Yanyi (chinês: 封神演義 ou 封神演义; literalmente "Investidura dos Deuses" ou "A Criação dos Deuses"), Nezha nasceu durante a dinastia Shang em uma fortaleza militar localizada no Passo de Chentang. Seu pai era um comandante militar chamado Li Jing (chinês 李靖), e sua mãe era conhecida como Senhora Yin (chinês 殷氏), e o casal já tinha dois filhos, chamados Jinzha (chinês 金吒e Muzha (chinês 木吒).

A gestação da Senhora Yin foi bastante longa, tendo carregado Nezha em seu ventre por 42 meses (exatamente 3 anos e 6 meses). Uma noite, ela sonhou que um monge entrava em seu quarto, colocava um objeto de ouro entre seus seios e anunciava que ela daria à luz a encarnação da "pérola inteligente". Assustada, a Senhora Yin acordou seu marido para perguntar o que significava esse sonho, e foi quando ela sentiu as primeiras dores do parto. A parteira e as servas foram chamadas para ajudar, mas logo fugiram para onde Li Jing aguardava, gritando e bastante assustadas. Pegando sua espada, Li Jing correu para o quarto de sua esposa, que estava tomado por uma luz vermelha brilhante. No chão, uma bola de carne horrível rolava para frente e para trás em um estado de frenesi.

Temendo pela vida de sua esposa, Li Jing ergueu sua espada e a golpeou. A bola então começou a se abrir como uma flor de lótus, e para a surpresa de todos, dela surgiu não um bebê, mas um menino, equipado com uma arma, o Anel do Universo (乾坤圈), e também com uma faixa de seda vermelha, a qual emitia raios de luz dourados. Ao ver seus pais, o menino então curvou-se diante deles e os cumprimentou.


Nesse momento, o casal recebeu a visita de Taiyi Zhenren, o monge que havia aparecido no sonho da Senhora Yin, e que era na verdade um imortal taoista. Ele revelou a família a identidade de Nezha e seu importante papel na história futura, além de colocar Nezha sob sua proteção como discípulo. Em algumas versões do mito, foi Taiyi Zhenren quem deu à Nezha o Anel do Universo.

A Morte do Filho do Rei Dragão

Desde cedo, Nezha manifestava grande força e poder, mas nem sempre ele tinha controle sobre estes. Certo dia, enquanto caçava na margem de um rio perto do Mar do Leste, resolveu mergulhar para se refrescar do calor. Involuntariamente, enquanto nadava seus movimentos faziam com que as águas do rio estremecessem, e esses tremores foram tão grandes que foram sentidos por todo o Mar Oriental, fazendo inclusive o palácio do rei dragão Ao Guang estremecer. Ao Guang decidiu enviar um de seus servos, Li Gen (chinês 李 艮) para ir até a superfície e descobrir o que estava acontecendo. Quando Li Gen avistou o menino, gritou com ele chamando sua atenção, mas a natureza de luta contra os demônios de Nezha assumiu o controle. Nezha arremessou seu Anel do Universo contra Li Gen, matando-o instantaneamente. 

Como seu servo não voltou, Ao Guang decidiu enviar seu terceiro filho, Ao Bing, para investigar. Os dois se encontraram e também se enfrentaram, e mais uma vez Nezha levou a melhor, matando Ao Bing. Nezha ainda o esfolou e arrancou seus tendões para fazer um cinto de pele de dragão.

Arte de A Zhi

Outra versão desse mito diz que Ao Guang havia ficado furioso com os tremores provocados por Nezha, e fez uma grande seca atingir a região do Passo de Chetang. O povo ofereceu grande parte de sua comida para apaziguar a fúria de Ao Guang, mas ele não ficou satisfeito com isso, e exigiu que lhe enviassem duas crianças para que ele as devorasse. Ele enviou Li Gen até lá para buscar as crianças, e quando ele chegou, encontrou Nezha brincando com elas. Nezha não permitiu que Li Gen as levasse e então o matou. Foi aí que ele enviou seu filho Ao Bing para cumprir a missão, e ele teve o mesmo fim que Li Gen.

Ao Guang busca reparação

Ao saber da morte de seu filho, Ao Guang ficou muito furioso, e resolveu ir até os pais de Nezha em busca de reparação. O Rei Dragão Oriental exigiu de Li Jing a morte de Nezha. Nesse ponto a lenda possui algumas variações. Em algumas versões Ao Guang ameaça inundar toda a China caso Li Jing não atendesse seu requerimento; em outras, ele ameaça reclamar pessoalmente com o Imperador de Jade.

Arte de artursadlos

Em uma versão, Nezha resolve de cara se sacrificar, tirando sua própria vida para que Ao Guang fique satisfeito e desista de inundar tudo. Em outra, Nezha confronta Ao Guang, arrancando suas escamas e fazendo com que ele fuja. Posteriormente Ao Guang pede ajuda a seus irmãos e eles sequestram os pais de Nezha, e para salvá-los, o jovem comete suicídio, entregando seus ossos e carne à Ao Guang.

Renascimento

Por ter morrido tão jovem, a alma de Nezha ficou inquieta, e dessa forma não conseguia passar para a vida após a morte. Certa noite, ele apareceu em um sonho para sua mãe, e pediu-lhe que construísse um templo para ele, para que sua alma pudesse ter um lugar para descansar. Feliz por ter visto seu filho novamente, mesmo que em sonho, a Senhora Yin resolveu erguer um templo para ele. Li Jing, no entanto, não gostou nada disso pois para ele Nezha havia trazido vergonha e desonra para sua família. Ele então destruiu o templo (incendiando-o ou apenas quebrando-o com um martelo), e isso despertou a fúria de Nezha contra seu pai.  

Ao mesmo tempo, o mestre de Nezha, Taiyi Zhenren, sentia falta de seu discípulo e resolveu trazê-lo de volta a vida. Ele criou um novo corpo para ele feito de raízes de lótus para que sua alma pudesse retornar, e assim que Nezha renasceu, seu mestre o presenteou com  dois itens mágicos: a Lança com Ponta de Fogo (火尖槍) e as Rodas de Vento e Fogo (風火輪(), as quais lhe deram a habilidade de se mover a velocidades incríveis. 


Nezha caça o seu pai

A primeira coisa que Nezha resolveu fazer ao renascer foi ir atrás de seu pai para matá-lo. Os dois travaram muitas batalhas, e logo Li Jing percebeu que seu corpo mortal não era páreo para o seu filho renascido e equipado com seus poderosos itens mágicos. Num de seus últimos confrontos, Li Jing decidiu fugir, e encontrando seu segundo filho mais novo, Muzha, pediu que ele o defendesse de Nezha. Nezha e Muzha se enfrentaram, mas Muzha não era páreo para o irmão, que não hesitou em matá-lo. Quando Nezha estava prestes a matar seu pai, ele foi interrompido. 


Em uma versão do mito, ele foi primeiramente interrompido pela divindade Wenshu Guangfa Tianzun, que o amarra a um poste de ouro com amarras também de ouro e ordena que seu discípulo Jinzha, irmão de Nezha, o açoitasse. Por fim Taiyi Zhenren aparece e revela que todo o conflito entre Li Jing e Nezha havia sido engendrado por ele como uma forma de tentar ensinar alguma disciplina ao jovem.

Nezha é forçado a se submeter à Li Jing

Tudo parecia ter se resolvido, mas Nezha tentaria mais uma vez por um fim à vida de seu pai. Desta vez, seria o buda Randeng Daoren quem o impediria. Ele apareceu diante de Li Jing e disse para que ele se escondesse atrás dele. Assim que Nezha aparece diante dele, Randeng Daoren lhe aplica um sermão tentando convencê-lo a não prosseguir com sua vingança. Diante da negativa de Nezha, Randeng Daoren empurrou Li Jing para a frente e permitiu que os dois se enfrentassem. Porém, Randeng Daoren havia cuspido nas costas de Li Jing, e isso lhe deu poderes mágicos - o suficiente para que ele agora fosse páreo para enfrentar Nezha. Ao perceber o que Randeng Daoren havia feito, Nezha direcionou seus ataques contra ele, mas o buda os evitou criando uma grande lótus branca de sua boca.

Vendo que Nezha estava determinado a seguir com sua vingança, Randeng Daoren liberou uma nuvem roxa de sua manga que o envolveu e o imobilizou. Em seguida, ele o aprisionou em uma grande pagoda (uma espécie de torre) dourada, e assim o forçou a se submeter ao pai. 


Randeng Daoren resolveu também ensinar a técnica à Li Jing, para que assim nunca mais Nezha se rebelasse contra ele. A partir desse dia, Li Jing se tornou o "Rei Celestial Portador da Pagoda". Nezha, por sua vez, passou a colaborar com seu pai. 

Jornada ao Oeste

No clássico romance chinês Jornada ao Oeste (chinês: 西遊記), Nezha aparece como um general sob o comando de seu pai, Li Jing. Ele chega a ser enviado para confrontar o Rei Macaco, Sun Wukong, quando este se rebelou contra o Imperador de Jade, porém falha em impedí-lo. Posteriormente, os dois acabam se tornando amigos.


Culto

Nezha é adorado na religião popular chinesa, onde é chamado de "Marechal do Altar Central", "Príncipe Nezha", ou "Terceiro Príncipe". Como ele costuma ser representado voando em suas rodas de fogo, ele também é considerado o deus protetor dos motoristas, os quais tendem a colocar uma pequena estátua de Nezha em seus veículos.

Nezha também é freqüentemente considerado como o deus protetor dos filhos e do respeito aos pais. Pais costumam fazer oferendas a Nezha na esperança de que seus filhos cresçam fortes, saudáveis ​​e sejam sempre zelosos e respeitosos.

Cultura popular

Nezha é uma figura proeminente na cultura chinesa, aparecendo em vários programas de TV, filmes, músicas e games. As obras mais proemientes são a série de animação infantil The Legend of Nezha, originalmente veiculada na China entre 2003 e 2004 tendo 52 episódios, e os filmes Nezha Conquers the Dragon King (1979), Ne Zha (2019) e o mais recente New Gods: Nezha Reborn (2021).

Nos games, Nezha é um personagem jogável em Warriors Orochi, Smite e Warframe. No mobile game Fate/Grand Order, ele é um espírito heróico invocável da classe Lancer, porém a peculiaridade aqui é que Nezha é representado como uma mulher.

Arte de Brolo, para o MOBA Smite

fontes:
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

Nenhum comentário:



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo. Porém pedimos que evitem:

1)Xingamentos ou ofensas gratuitas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Desrespeitar gratuitamente o autor da postagem ou outro visitante. Mantenha a polidez;
6)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby