28 de dezembro de 2015

Ymir

۞ ADM Sleipnir



Ymir foi o primeiro dos jotunn (gigante de gelo) e também o primeiro ser vivo a surgir na cosmogonia nórdica. Ele foi criado a partir do encontro das chamas de Muspelheim (o reino de fogo) e os rios de gelo de Niflheim (o reino das névoas). Uma vez criado, Ymir permaneceu dormindo por várias eras, durante as quais o seu suor gerou incontáveis gigantes, além de outras criaturas malignas. 

Em seu sono, Ymir era alimentado pelo leite da vaca Audumla, que veio a surgir posteriormente da mesma forma que ele. Um dia, enquanto lambia o gelo salgado de uma pedra, Audumla acabou revelando a cabeça de um homem. Audumla continuou a lamber a pedra e, após 3 dias, surgiu o primeiro deus, Buri. Buri deu origem a Bor, que por sua vez se casou com a giganta Bestla, que era descendente de Ymir. Desta união nasceram os primeiros deuses da classe dos Aesir: Odin, Vili e Ve.

Liderados por Odin, os filhos de Bor mataram Ymir. O volume de sangue que escorreu dos ferimentos de Ymir foi tão grande que quase todos os gigantes de gelo foram afogados pela torrente. Apenas um casal de gigantes, Bergelmir e sua esposa, escaparam da inundação agarrando-se a um tronco de árvore. Eles acabaram chegando em Jotunheim, onde deram continuidade a raça dos gigantes de gelo.



A Criação de Midgard

Odin e seus irmãos  usaram  o corpo de Ymir para criar Midgard, o reino da Terra. Eles colocaram o corpo de Ymir sobre o vazio (Ginnungagap) e fizeram a Terra de seu corpo e as rochas de seus ossos. Pedras e cascalho originaram-se dos dentes e ossos esmigalhados do gigante morto, e seu sangue preencheu o Ginnungagap, dando origem aos lagos e mares. 

Após remexerem o cadáver do gigante, os irmãos encontraram um ninho de vermes. Odin, então, resolveu dar-lhes uma outra morada que não fosse Midgard. Os “vermes” mais turbulentos foram chamados de anões e receberam como morada as profundezas da terra (Svartalfheim). Os demais, que pareciam ter um jeito mais nobre de se portar foram chamados de elfos e receberam as regiões amenas de Alfheim

A abóbada celeste foi formada com o crânio de Ymir, que é sustentado nos céus por quatro anões chamados Nordri, Sudri, Austri e VestriO cabelo de Ymir originou a flora, e seu cérebro originou as nuvens. Faíscas de Muspelheim foram colocadas no céu, e assim surgiram as estrelas.. Finalmente, Odin e seus irmãos , usaram as sobrancelhas de Ymir para fazer um grande muro para cercar e proteger Midgard, que se tornaria a morada dos seres humanos.

Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

5 comentários:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby