Image Map

1 de abril de 2019

Kupua

۞ ADM Sleipnir

Kamapua`a, arte de Viktor Bogdanovic
Kupua são um grupo de seres semidivinos pertencentes a mitologia havaiana. Conhecidos em todas as ilhas do Havaí, os kupua são dotados de habilidades de metamorfose e poderes sobrenaturais e conforme a história em que aparecem, são considerados deuses, heróis, monstros ou até mesmo espíritos malandros. Alguns kupua são conhecidos por serem destrutivos e vingativos, com uma tendência para matar ou devorar seus inimigos. Já outros agem de forma benévola como espíritos gentis cuidando de seus familiares ou ajudando os maka`ainana (pessoas comuns). 

Kupua são habilidosos na arte da guerra, usando armas como lanças, estilingues, machados de batalha e clavas, bem como sendo capazes de derrotar seus oponentes através de combate desarmado, como o boxe e o wrestling. Enquanto alguns kupua como Palila, Kapunohu e Kepakailiula são guerreiros sobre-humanos, existem aqueles com outras especialidades, como o célebre pescador Nihooleki, o atirador de ratos Pikoiakaalala, o campeão de rinha de galos Lepeamoa, os poderosos irmãos trabalhadores Kalaepuni e Kalaehina e o  alongador Kana


Kupua são parte humanos e parte deuses, possuindo geralmente uma forma dupla (kino pāpālua). A parte não humana de sua natureza é resultado de um ancestral animal que entra na criança no momento de seu nascimento. Assim, o kupua pode parecer humano ao nascer, mas é capaz de assumir uma forma diferente herdada de sua ancestralidade divina. Quando os Kupua nascem em forma não humana, eles podem ser salvos quando um membro da família reconhece sua natureza divina. O kupua Palila nasceu na forma de um cordão e foi resgatado do lixo por sua avó Hina. Lepeamoa, uma kupua com um corpo híbrido de um humano e uma galinha, nasceu de um ovo e recebeu os cuidados de sua avó Kapalama, até que o ovo chocou, revelando um belo pássaro que mais tarde se transformou em uma menina.

Ao contrário da maioria dos metamorfos, que só podem se transformar em criaturas animais ou humanóides, alguns kupua são capazes de assumir a forma de plantas ou minerais. Kupua são conhecidos por se transformarem em criaturas com corpos de folhas, flores, videiras ou musgos. Kupua também pode assumir a forma de seres  cujo corpo é feito de conchas, pedras, nuvens ou mesmo o vento. 

Os kupua que se transformam de humanos em outras formas naturais são chamados de kinolau ("muitas formas corporais"). Embora a maioria dos kinolau tenha uma natureza dupla, alguns kupuas, como Kamapua`a, possuem múltiplas formas. Kamapua`a possui a forma de um homem ou porco, mas ele também pode assumir a forma do peixe humuhumunukunukuāpua`a, bem como várias plantas como a uala (batata-doce), kukui (nogueira) e a amau `u (samambaia).

Kamapua'a
Uma classe especial de kupua é conhecida como mo'o, e são capazes de se transformar em um lagarto gigante ou um dragão. Um mo`o pode aparecer como uma mulher com longos cabelos negros, raiados de branco. Quando em forma humana, eles podem tentar enganar os viajantes fazendo com que se aproximem de seu covil. Mo`o vivem perto de viveiros de peixes ou riachos, aos quais eles protegem, servindo como guardiões do ambiente natural. Quando um mo`o está vivendo por perto, a água, assim como as plantas que rodeiam o local, assumem um tom verde-amarelado e apresentam espuma.

Alguns mo`o famosos na mitologia havaina são Kalamainu`u e Mamala. A canibalista Kalamainu`u certa vez provocou a ira da deusa do vulcão, Pele, ao capturar o marido de sua irmã mais velha. Já Mamala é mais conhecida por sua grande habilidade como surfista e por sua beleza. Ela era casada com o homem-tubarão Ouha, mas o trocou pelo chefe Honokaupu. Envergonhado, Ouha abandonou sua conexão com a humanidade e se tornou o deus-tubarão da costa entre Waikiki e Koko Head.

Mamala

Alguns kupua não possuem transformações, mas são semideuses em forma humana. Embora eles não se transformem, eles possuem habilidades sobrenaturais além dos humanos. Māui, conhecido na cultura popular por usa aparição no filme Moana (2016), é um kupua que permanece na forma humana (apesar de no filme ele possuir a habilidade de se transformar graças a seu anzol mágico). Māui é um exemplo de um kupua benevolente. Ele criou as ilhas havaianas transportando-as com seu anzol, laçou o sol para criar dias mais longos para trabalhar no verão e ergueu o céu com a ajuda de seu pai.

Maui

fonte:
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

Nenhum comentário:



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby