Image Map

10 de fevereiro de 2021

As Encantadas

۞ ADM Sleipnir

Arte retirada do livro Lendas Chiaoscuro Studios Yearbook 2018, à venda na Amazon.


As Encantadas são um grupo de sereias que de acordo com uma lenda dos índios Caingangues do Paraná, habitavam uma gruta chamada de "Gruta das Encantadas", localizada na Praia das Conchas, ao sul da Ilha do Mel. Seu número varia conforme as histórias, sendo descritas como sendo lindas mulheres que bailavam e cantavam ao nascer do Sol e ao crepúsculo. Seu canto era inebriante, dormente e perigoso para qualquer mortal. Se um pescador as escutasse, era certo que ele perderia o rumo de sua embarcação, batendo nas rochas e naufragando.

Acauã e Jurema

De acordo com uma história, as Encantadas eram filhas de Acauã e Jurema, dois índios de tribos inimigas que tiveram um romance escondido e amaldiçoado. Quando as famílias descobriram o casamento secreto, amaldiçoaram as filhas do casal, que seriam muito belas, porém seriam sereias e jamais poderiam se casar. 

Desesperados, Acauã e Jurema clamaram pela piedade de TupãO deus se compadeceu da tristeza do casal, dando-lhe a Ilha do Mel para que pudessem se refugiar, porém não livrou o casal da maldição. Acauã e Jurema tiveram sete belas filhas, que ao chegarem à adolescência transformaram-se em sereias sanguinárias. Acauã e Jurema então esconderam as filhas em uma gruta no sul da ilha, a chamada Gruta das Encantadas.


A união de um homem com uma das Encantadas

Certa vez um homem (um marinheiro ou um índio, conforme a versão do conto), tendo ouvido desde criança as histórias sobre a gruta, resolveu se aproximar dela. Subiu no alto do rochedo, ficando à espreita da entrada da gruta, e quando os primeiros raios de luz despontavam ao leste, o homem começou a ouvir uma doce e suave melodia vindo do interior da gruta. Um grupo de mulheres nuas, desenhadas de sombras, foram surgindo de dentro dela, e à medida que alcançavam a entrada da gruta, seu canto ia tornando-se mais intenso. O canto dizia: "Cagmá, iengvê, oanan eiô ohó iá, engô que tin, in fimbré ixan an ióngóngue, iamá que nô ô caicó, katô nô ó eká maingvê..." , cuja tradução seria a seguinte: "Passe com cuidado a ponte. Viva bem com os outros; assim como eles vivem bem, você também pode viver. Lá você há de ver muita coisa que já viu aqui em minha terra, assim como o gavião. Teus parentes hão de vir te encontrar na ponte e te levarão com eles para tua morada.”

Estranhamente o homem não adormeceu. Havia pregado os olhos nas misteriosas e belas mulheres, que nuas, rodopiavam graciosamente, sem deixar marcas sobre a fina areia da praia. O homem ficou especialmente fascinado por uma das mulheres, que tinha belos olhos de cor de esmeralda. Seu fascínio foi tanto que ele acabou perdendo o equilíbrio e despencando do rochedo, rolando até chegar na praia, em meio às mulheres. O homem logo levantou-se e declarou sua paixão por aquela que o havia fascinado, além do seu desejo de permanecer a seu lado por toda a eternidade. A Encantada dos olhos esmeralda então disse-lhe que para os dois ficarem juntos, ele teria que morrer. Por fim o homem aceitou a condição, e de mãos dadas com sua amada, desapareceram nas águas ao som do canto fúnebre das demais Encantadas. Estas também desapareceram, e desde então a gruta está solitária.

fontes:

NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

Um comentário:

  1. Muito bacana ter histórias de outras sereias na nossa mitologia.O blog está de parabéns!!!!!

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby