23 de dezembro de 2012

Bakeneko & Nekomata

۞ ADM Sleipnir

Bakeneko

Um Bakeneko (化け猫 - bake: fantasma e neko: gato) é, no Folclore Japonês um gato com habilidades sobrenaturais .Os Bakenekos são famosos pelas peças e truques que pregam nos seres humanos devido à sua habilidade de mudar de aparência, como toda sorte de Mononokes (Mononokes são uma espécie de Bakemono, ou seja, um espírito animal que se transforma num tipo de criatura sobrenatural e cuja principal habilidade é mudar de forma., tais como as Kitsunes (raposas) e Tanukis (guaxinins)). 

Um gato comum pode virar um Bakeneko de várias maneiras: morrendo; atingindo uma certa idade; sendo mantindo preso por um certo número de anos; crescendo até um certo tamanho ou tendo uma cauda muito grande. 

No último caso, a cauda se divide em duas e o Bakeneko é então chamado de Nekomata (no qual falaremos a seguir) e tendo os seus poderes incrivelmente ampliados. Essa superstição pode ter algum relacionamento com o cruzamento de Bobtail Japonês (raça de gato japonesa), pois se diz que a maneira mais fácil de evitar que um gato se transforme em um nekomata é cortando o seu rabo antes que seja tarde demais. 


Entre as habilidades do Bakeneko, podemos listar o poder de criar bolas de fogo, andar sobre duas patas — dizem que ele gosta de andar sobre duas patas e dançar com os mortos, e então os manda assombrar casas — e se transformar em humano, embora eles também sejam capazes de assumir outras formas, como uma segunda lua no céu, e há mitos que falam que Bakenekos são capazes de conjurar tempestades. Ele também, se pular sobre um cadáver, pode trazê-lo de volta à vida. Dizem também que ele tem as extremidades do corpo envolto em chamas. O Bakeneko pode até se transformar em seu dono e devorá-lo, assumindo o lugar deste. Eles são hostis e assombram as casas onde são mantidos. Mulheres bonitas andando sozinhas à noite eram sempre vistas com desconfiança, pois poderiam ser Bakenekos disfarçados. Quando uma lamparina subitamente se apagava, suspeitava-se ser obra de um Bakeneko que teria lambido todo o seu óleo quente, que era feito de peixe. 

O Bakeneko é muitas vezes ligado a incêndios misteriosos em casas onde havia indícios de existir gatos Apesar dessa conotação negativa, nem todos os mitos sobre Bakenekos os retratam como maus. De fato, existem historias de Bakenekos fiéis aos seus donos, como o gato de um sacerdote budista que o ajudou a salvar seu templo da falência, ou o gato de uma geisha que a salvou de uma cobra venenosa. No entanto, apesar dessas qualidades positivas, a natureza animal e sobrenatural faz do bakeneko um ser perigoso e vingativo mesmo em suas versões mais benevolentes. Um exemplo disso é o mito de um velho casal sem filhos que trataram seu gato com tanto carinho e respeito que este se transformou em uma jovem mulher que trouxe muitas riquezas com ela e viveu com eles como uma filha adotiva. Porém, um dos seus namorados descobre a verdadeira natureza da Bakeneko e, apesar dela implorar para ele guardar o segredo, ele não consegue se segurar e fala a verdade para um pescador em um píer. Sabendo de sua traição, ela apareceu junto com uma trovoada e, na forma de um gato gigante, rasgou seu namorado em tiras. 

Nekomata 



Um Nekomata (猫又? ,猫叉, ou 猫股 "Gato dividido") é um Bakeneko que depois de viver muito tempo ganha uma segunda cauda e amplia seus poderes. Dentre os Mononokes, quanto mais evoluído e/ou mais velho for o espírito animal, mais caudas ele vai ganhando. O exemplo mais famoso de Bakeneko / Mononoke que vai ganhando caudas é a Kitsune, que quando completa mil anos, adquire a sua nona cauda, sendo chamada então de Kyuubi no Kitsune (literalmente, raposa de nove caudas). 

Assim, o Nekomata é o Bakeneko que adquiriu experiência e teve a sua cauda dividida. Por isso que as caudas dos gatos eram cortadas, pois se acreditava que um gato de cauda curta jamais se tornaria um Bakeneko, por não poder se tornar um Nekomata. 

Esses gatos se transformam em demônios quando se irritam e andam em duas pernas apenas quando não estão sendo observados, diferente dos bakenekos. Muitas lendas dos nekomatas contam que seu corpo é envolto em chamas, e que podem botar fogo em vilarejos junto com os espíritos que buscavam vingança. Esse monstruoso felino não é tão grande como o Bakeneko, mas pode chegar a medir até um metro e meio (sem medir sua calda). 

O Nekomata consegue ficar de pé somente com suas patas traseiras e até sentar sobre elas. Alguns dizem que esta posição funciona como molas propulsoras, proporcionando-lhe mais agilidade para avançar em suas presas (isso não é confirmado porque algumas lendas foram adaptadas com o passar do tempo). Muitas de suas lendas o retratam com corpo envolto em chamas em suas extremidades - patas, rabos e orelhas - Tal aparência o faz parecer um verdadeiro demônio. Acreditam que ele tem o poder de manipular os mortos (cadáveres) como marionetes e de vez em quando, até dança com eles como se fossem um par de dançarinos. Uma de suas maiores maldades é manipular o morto fazendo-o entrar nas casas para aterrorizar as pessoas. 


No Japão, tem-se o costume de associar o Nekomata a estranhos incêndios com ocorrências inexplicáveis, e principalmente se no local houver a incidência de que ali existiam “velhos gatos”.

Um dos contos sobre Nekomatas fala sobre uma casa mal-assombrada de um rico samurai, habitantes próximos da casa testemunharam varias atividades paranormais, e o samurai convida vários sacerdotes e xamãs na tentativa de acabar com a assombração, mas nenhum deles encontra a fonte do terror. Um dia um dos servos mais leais do samurai observa um dos gatos mais velhos de seu mestre carregando uma shikigami na boca com o nome de seu senhor impresso, imediatamente o servo saca uma flecha abençoada e atira na cabeça do gato, vendo o gato morto no chão, os habitantes e servos perceberam que o gato tinha duas caudas e que se tratava de um Nekomata. Com a morte do gato as atividades paranormais acabaram. 

A lenda da calda bifurcada

Existem inúmeras lendas sobre esses gatos monstros. Uma delas conta como surgiu a calda bifurcada do Nekomata. “Um guerreiro Samurai" era atormentado por bolas de fogo todas as noites em seu quarto, um dia, sua esposa descobriu um gato escondido em seu jardim disfarçado com suas vestes, o guerreiro samurai atirou uma flecha e esta acertou sua calda dividindo-a ao meio. Assim surgiu a lenda da calda bifurcada de Nekomata. 

Alguns japoneses são tão supersticiosos e inacreditavelmente crédulos quanto a essa lenda, que tem por costume cortar as caudas de seus gatos quando filhotes, com medo de que este, não se transforme nesses temíveis demônios felinos 

A cultura popular japonesa contém um grande número de gatos de duas caudas baseados no nekomata. Alguns exemplos: 

  • No Anime/Mangá InuYasha: Kirara é animal de estimação de Sango, e possui um aspecto semelhante à um Nekomata. 
  • No Mangá Shaman King: O espírito aliado de Hao Asakura de 1000 anos atrás é um Nekomata chamado Matamune. 
  • No Anime/Mangá Hyper Police: O personagem Natsuki Sasahara é um Meio-Humano/Meio-Nekomata. 
  • No Anime Inukami!: O personagem Tomekichi é um Nekomata bondoso que honra uma obrigação com um sacerdote que cuidou dele uma vez. 
  • No Anime Pokémon: O Pokémon psíquico Espeon é uma criatura de duas caudas de aparência felina. 
  • No Anime Karas: O personagem Yurine aparece tanto como um Humano quanto como um gato branco de duas caudas. 
  • Nas séries Claymore: Luciela tem uma forma enfraquecida lembrando um Gato-Demônio de duas caudas. 
  • Nos jogos Disgaea: Hour of Darkness e Disgaea 2: Cursed Memories: o jogador pode criar personagens Nekomata's. 
  • No livro Kaori - Perfume da Vampira: Missora é amaldiçoada por um Nekomata de duas caudas. 
  • Em Perfect Cherry Blossom, sétimo jogo da série Touhou Project: Chen é uma Shikigami Nekomata em forma de garota. 
  • No Anime/Mangá Naruto: Um dos Bijuu's (Demônios de Cauda) é um gato de duas caudas chamado Matatabi que pode criar bolas de fogo, e é dito ser o espírito da vingança. Selado emYugito Nii. 
  • No Anime/Mangá Bleach: Byakuya, chama Shihouin Yoruichi de Bakeneko, pois ela pode tomar a forma de um gato. 
  • No Anime/Mangá XxX Holic: Aparece no episódio sobre o desfile dos demônios para entregar uma lanterna que serve de passagem e cálice. 

fontes: 
Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

8 comentários:

  1. Muito bom, excelente trabalho, como sempre.

    ResponderExcluir
  2. Sem querer parecer muito chato mas, bake não é fantasma e sim a abreviação de bakemono (monstro).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sleipnir: Obrigado pela observação, estaremos alterando no texto.

      Excluir
  3. No anime Highschool DXD tambem tem uma nekomata, a Toujou Koneko , a torre da Rias Gremory

    ResponderExcluir
  4. tanto que no touhou project a chen tem poder de magia negra

    ResponderExcluir
  5. Alguém sabe quanto tempo demora para que um Bakeneko vire um Nekomata? Tenho um gato aqui em casa com a cauda muito longa, imagine se de repente ele aparecer com duas caudas? *o* Queria que isso acontecesse, iria ser legal, mesmo que os Bakenekos sejam em maioria vistos com maus olhos. De qualquer forma, ele acabou sofrendo um acidente e acho que quebrou o rabo, tem que ver o resultado da radiografia, então talvez a gente tenha que cortar... T~T

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ouvi dizer q demora 20 anos ou mais. 20 anos é o tempo maximo de vida de um gato

      Excluir
  6. O mangá/anime Ao No Exorcist também tem uma dessas figurinhas, o Kuro, antigo mascote do (falecido) padre Fujimoto. :)

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby