Image Map

21 de outubro de 2016

Nábrók

۞ ADM Sleipnir

Uma réplica de Nábrók, em exposição no Museu de Feitiçaria e Bruxaria Islandesa, em Hólmavík.

Nábrók (literalmente traduzido como "necro-calça" ou "calça da morte") é uma espécie de calça feita com a pele de um homem morto, e que de acordo com um antigo ritual de bruxaria islandês praticado no século XVII, é capaz de atrair um fluxo constante e ilimitado de dinheiro para quem a vestir. 

O Ritual 

Para se confeccionar uma Nábrók, era necessário primeiro obter a permissão de uma pessoa para usar sua pele após a sua morte. Após a pessoa morrer e ser enterrada, ela era desenterrada e sua pele era esfolada tirando uma peça de pele inteira da cintura para baixo. Depois de curtida, a pele devia ser vestida ainda fresca para que ela grudasse ao corpo do usuário. Além disso, o usuário da necro-calça deveria ainda roubar uma moeda de uma viúva pobre durante uma festividade como o Natal, Páscoa ou Finados, e depositá-la no escroto da calça, juntamente com um símbolo mágico chamado Nábrókarstafur,  escrito em um pedaço de papel, para assim garantir o efeito mágico do ritual. 

Nábrókarstafur

O dono da necro-calça podia usá-la por toda a vida para usufruir de seus poderes, porém era proibido morrer vestindo a peça ou, do contrário, corria o risco de que seu corpo fosse imediatamente infestado por piolhos e de ter que vagar por toda a eternidade pela Terra. Assim, a necro-calça deveria ser passada de uma geração para a outra, mas, para que ela continuasse trazendo fortuna, o novo dono precisava vestir a perna direita antes que o antigo proprietário retirasse a perna esquerda da calça. 

Arte de Jakub Wilczek

fontes:
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

Um comentário:

  1. ha ha ha quem me dera ter uma calça dessas, achei linda, alguém sabe a onde vende?

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby