Image Map

9 de janeiro de 2015

Chalchiuhtlicue

۞ ADM Sleipnir


Chalchiuhtlicue (Chalciuhtlicue ou Chalcihuitlicue) é uma deusa asteca da fertilidade e do batismo, associada as fontes de água doce como rios e lagos. Seu nome significa "Aquela Que Veste Uma Saia de Jade.  Ela é a consorte (ou irmã, de acordo com outras versões) de Tlaloc, o deus da chuva, com quem teve Tecciztecatl, um deus da lua asteca. Em alguns mitos, Chalchiuhtlicue era esposa de Xiuhtecuhtli, uma deidade sênior do panteão asteca. 

Características

Chalchiuhtlicue é geralmente descrita como uma bela jovem, vestida com roupas próprias de nobreza, e portando um xale e uma saia com uma chamativa cor verde jade, de onde parece surgir uma corrente d'água, onde flutuam ou nadam dois bebês (um menino e uma menina), embora às vezes seja apenas um bebê com ambos os sexos. Às vezes ela veste uma máscara de serpente. Em suas mãos ele carrega dois objetos: na mão direita carrega um báculo que representa os raios do céu e na mão esquerda carrega uma bolsa de onde emergem as nuvens.



Atributos

Chalchiuhtlicue era considerada a protetora das crianças e recém-nascidos, pois os astecas acreditavam que ela poderia influenciar o marido e assim impedir que essas crianças fossem sacrificadas a ele. Embora Tlaloc fosse um deus benevolente, muitas crianças e bebês eram sacrificados em seu favor. Se as crianças choravam durante o caminho até o altar sacrificial, era um sinal de que a chuva viria, e o povo se alegrava.

Ela ajudava Tlaloc a governar o reino de Tlalocan. No mito da criação asteca dos Cinco Sóis, Chalchiuhtlicue foi a principal deusa do quarto ciclo, onde que o mundo foi inundado com água após 52 anos de chuvas ininterruptas.  Ela construiu uma ponte que ligava o céu e a terra e somente aqueles que estavam nas boas graças de Chalchiuhtlicue eram autorizados a atravessá-la. Os outros moradores da terra foram transformados em peixes para que não morressem afogados. Chalchiuhtlicue usou o dilúvio como um meio para purificar a espécie humana. 


Arte de MangoMendoza
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

Um comentário:

  1. A arte asteca é muito detalhada em suas roupas.
    Tanto que nao consegui entender bem o desenho da deusa no traço deles e aliás é a primeira vez que vejo uma mulher retratada no arte asteca.

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby