3 de março de 2017

Amakusa Shirō Tokisada

۞ ADM Sleipnir

Arte de Genzoman

Amakusa Shirō
(天 草 四郎 ?, c.1621? - 28 de fevereiro de 1638), também conhecido como Amakusa Shirō Tokisada (天草四郎 時 貞?), foi um jovem ronin líder da Rebelião de Shimabara, uma revolta de católicos romanos japoneses contra o xogunato. Eles foram derrotados e Shiro foi executado quando ainda tinha apenas 16 anos de idade, tendo sua cabeça exibida em um pique perto de Nagasaki. Desde o final do século 20, Shiro tem sido caracterizado na cultura popular como um personagem em vários mangás, animes e jogos.

Shirō nasceu em 1621, onde nos dias de hoje fica a cidade de Kami-Amakusa, na província de Kumamoto. Seu pai se chamava Masuda Jinbei, um ex-membro do clã Konishi convertido ao catolicismo (de acordo com algumas fontes, Shirō seria na verdade um filho bastardo de Toyotomi Hideyori, o filho e sucessor de Toyotomi Hideyoshisucessor de Oda Nobunaga e considerado o segundo "grande unificador" do Japão).

Aos 15 anos de idade, o jovem e carismático Shirō era conhecido pelos seguidores católicos japoneses como "mensageiro do céu", e os mesmos lhe atribuíam poderes milagrosos.


Após completar 16 anos, Shirō veio a se tornar o líder da Rebelião Shimabara, sendo escolhido entre outros quatro ronin que participaram da insurreição, por uma profecia atribuída a São Francisco Xavier, que foi encontrada no texto deixado por um missionário jesuíta expulso do Japão vinte e cinco anos antes, e contida em uma poesia onde se dizia que chegaria um rapaz "ame no tsukai" (em português "enviado do céu") que iria evangelizar todo o Japão.

Ao tomar conhecimento da revolta, o xogunato enviou tropas do daimiô Itakura Shigemasa que, para tentar deter a revolta, aprisionaram e torturaram a mãe e as irmãs de Shirō, que decidiu se entrincheirar dentro do Castelo Hara e combater Shigemasa com a ajuda dos camponeses católicos que o seguiam. 

Dentro do Castelo Hara haviam por volta de 40.000 pessoas, onde cerca da metade delas eram as esposas e filhos dos “soldados” que defenderam o castelo com armas leves, contra um exército regular composto por mais de 125.000 soldados comandados por Itakura Shigemasa e por Matsudaira Nobutsuna. Este último, homem de confiança do xogum Iemitsu, veio a substituir o primeiro após sua morte, que se deu durante um confronto contra os rebeldes. 


Shirō conseguiu defender-se por muito tempo, derrotando os adversários, inclusive conseguindo matar Itakura Shigemasa. Nobutsuna, seu substituto, recebeu de 
Yamada Uemonsaku, um dos rebeldes, a informação de que os suprimentos do castelo estavam no fim. Decidindo aproveitar a ajuda de seus aliados holandeses, Nobutsuna fez com que eles destruíssem com suas embarcações os muros do Castelo Hara para então invadir com seu exército e por fim a rebelião. Cansados, com fome e sem munição, Shirō e seus seguidores foram completamente derrotados. Com exceção do traidor Yamada, todos os que estavam dentro do castelo, incluindo mulheres e crianças, foram decapitados, e a cabeça de Shirō ficou exposta sobre uma estaca em Nagasaki, como advertência aos rebeldes católicos. Conta-se que as últimas palavras de Shirō foram: "Eu retornarei após 100 anos e tomarei minha vingança.

Muitos cristãos japoneses consideram Shirō um santo, mas a Igreja Católica Romana não o canonizou. Uma estátua de Amakusa Shirō encontra-se hoje instalada no Castelo de Shimabara.


Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

3 comentários:

  1. Gostaria de apontar um erro no texto, Toyotomi Hideyori(1593-??) não foi o segundo grande unificador e nem sucessor de Nobunaga, seu Pai Toyotomi Hideyoshi(1537-1598) q foi. no demais, parabéns pelo texto ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Luan, realmente me confundi na hora. Fu pesquisar sobre o filho e acabei colocando as informações do pai, também, os nomes são bem parecidos kkk. Já corrigi o texto.

      Excluir
    2. Opa, de nada, e parabéns pelo blog, bem informativo, vou passar a acompanhar.

      Excluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby