6 de março de 2017

Chiminigagua

۞ ADM Sleipnir

Arte de Julian Leonardo Acosta

Chiminigagua
(também conhecido como Chiminichagua ou Chimichagua) era o deus supremo, onipotente e criador do mundo de acordo com religião do povo Muisca. Os Muisca e sua confederação foram uma das civilizações avançadas das Américas e desenvolveram sua própria religião na região do Altiplano Cundiboyacense, na Cordilheira dos Andes.

Lenda

No início, havia somente a escuridão, que preenchia tudo como uma noite eterna. Em meio a esta escuridão, havia algo grande que não possuía nem forma e nem rosto, mas por dentro possuía luz. Este era Chiminigagua.

Chiminigagua abriu sua gigantesca barriga, de onde era possível ver feixes de luz saindo. Em seguida, ele criou um par de pássaros negros que saíram pelo mundo carregando a luz de Chiminigagua em seus bicos, iluminando todo o mundo. 


Por último, Chiminigagua criou outros deuses, como Chía (a Lua), Sue (o Sol), Cuchavira (o arco-íris), Chaquén (fertilidade) e Bachué (deusa mãe criadora da humanidade). Estes ficaram encarregados de criar o resto do mundo.

Chiminigagua era uma divindade estática, que mesmo supremo e onipotente, não se envolvia em assuntos mundanos, e nem era adorado diretamente pelos Muiscas, mas por intermédio dos outros deuses. Adorar esses deuses era o mesmo que adorar Chiminigagua. Alguns dos cultos Muisca, em particular o do sol, envolvia o sacrifício de crianças.


Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

Um comentário:

  1. Como os povos de antigamente gostavam de sacrificar crianças.

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby