12 de maio de 2021

Jarjacha

۞ ADM Sleipnir


Jarjacha é uma criatura presente no folclore dos povos andinos, principalmente no Peru e Bolívia. Segundo a lenda, trata-se de um ser humano que foi punido por Deus por ter cometido incesto, sendo transformado numa criatura medonha. Sua descrição costuma variar, sendo relatado como uma criatura com corpo de raposa e cabeça de lhama, uma criatura com corpo de puma e duas ou três cabeças de raposa ou lhama, ou ainda mais comumente, uma criatura com corpo de lhama e rosto humano. Algumas histórias afirmam que o Jarjacha só assume sua forma de monstro durante a noite, sendo um humano comum durante o dia.


O  Jarjacha pode ser encontrado em regiões montanhosas, onde costuma aterrorizar as pessoas com um grito estrondoso cujo som dá origem ao seu nome. Dizem que ele tem o poder de hipnotizar ou matar suas vítimas somente olhando-as nos olhos. A criatura pode ser morta, mas para isso é necessário que um grupo de pessoas a embosque, munidos de crucifixos e objetos de metal que possam ser usados como arma, como picaretas ou machados. Nos mitos onde o Jarjacha se transforma somente à noite, conta-se que o mais benéfico a se fazer é capturá-lo vivo, e ao amanhecer, após recobrar sua forma humana, chantageá-lo por uma grande quantia em dinheiro para não revelar a ninguém sua identidade e fazer com que todos saibam que ele cometeu o terrível pecado do incesto com um de seus filhos.

O mito do Jarjacha é famoso entre a comunidade andina, sendo muitos os relatos de pessoas que afirmam terem visto ou ouvido esta criatura. Ao que tudo indica, esse mito foi disseminado pela Igreja Católica, com o intuito de  alertar os habitantes dos perigos de se ter relações sexuais entre membros de uma mesma família, algo que era muito comum em comunidades isoladas de montanhas.


NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

6 comentários:

  1. Parece um pouco com o mito do lobisomem e da mula sem cabeça

    ResponderExcluir
  2. Que bicho assustado da porra, se eu encontra-se um bicho desse andando na rua eu ia sair correndo que nein mula.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que é mesmo, aqueles olhos vazios me dão arrepios

      Excluir
  3. Me lembrou um pouco a lenda da Besta-Fera

    ResponderExcluir
  4. MUITO BOM. PARABÉNS PELO TRABALHO. FAÇA MAIS LENDA SUL AMERICANAS.

    ResponderExcluir
  5. adoro essas lendas sul americanas, usei essa do Jarjacha no ultimo conto que escrevi

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo. Porém pedimos que evitem:

1)Xingamentos ou ofensas gratuitas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Desrespeitar gratuitamente o autor da postagem ou outro visitante. Mantenha a polidez;
6)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby