Image Map

25 de agosto de 2021

Kua Fu

۞ ADM Sleipnir


Kua Fu (chinês 夸父, também escrito Kuafu) é um lendário gigante e herói divino que, segundo a mitologia chinesa, certa vez tentou domar o sol. Atestada no Shan Hai Jing (chinês 山海经, "Clássico das Montanhas e Mares"), a lenda é muito famosa na China, e reflete o espírito destemido do antigo povo chinês para conquistar a natureza.

Mito

Em tempos antigos, havia uma montanha ao norte da China cujo cume ultrapassava as nuvens. Essa montanha era rodeada por uma densa floresta, e em meio ao emaranhado de árvores, vivia um clã de poderosos gigantes, liderados por Kua Fu (cujo nome também nomeava a tribo). Kua Fu se destacava entre os demais gigantes por sua força e velocidade, sendo capaz de correr mais rápido que um coelho. Ele frequentemente liderava seu povo em combates pela sobrevivência, enfrentando bestas e víboras que naquele tempo assolavam o mundo.

Não obstante os desafios que seu povo tinha que lidar constantemente, em um certo momento o clima da terra tornou-se extraordinariamente quente. O calor produzido pelo sol era tão forte que queimou plantações, secou rios e fez com que muitas pessoas morressem, incluindo muitos membros do clã de Kua Fu. Decidido a por um fim nessa situação, Kua Fu resolveu que iria perseguir o sol e domesticá-lo para que obedecesse aos seus comandos. Apesar da tentativa dos membros de seu clã de alertá-lo sobre a impossibilidade dessa tarefa, Kua Fu deixou a montanha e partiu em sua perseguição.


Enquanto o sol se movia rapidamente no céu, Kua Fu o perseguia em solo como se fosse o próprio vento, tentando apanhá-lo com um cajado que trazia consigo. Dizem que conforme o gigante sacudia poeira com os seus pés, essa poeira dava origem à colinas. Kua Fu também deu origem à três montanhas, formadas por três pedras gigantes que ele utilizou como base para sustentar sua caldeira enquanto cozinhava.

Após nove dias e nove noites, Kua Fu finalmente alcançou o sol, porém ele estava completamente exausto. Para piorar sua situação, a proximidade com o sol fez com que ele ficasse com muita sede e desidratado. Tentando saciar sua sede, Kua Fu bebeu a água dos rios Amarelo e Wei, mas seu volume era insuficiente para o gigante. 


Kua Fu decidiu se dirigir ao norte em busca de um grande lago, que ficava ao norte do Monte Yanmen. Tentando chegar lá antes que o sol se pusesse, pois queria por um fim nisso, ele correu o mais rápido que pode, porém a cada passo que ele dava, ele se sentia mais pesado. Debilitado pelo calor intenso e pela sede, Kua Fu não resistiu e morreu antes de alcançar o lago.Antes de cair no chão e morrer, Kua Fu lançou sua bengala no horizonte usando as últimas forças que tinha. Seu corpo tornou-se uma enorme montanha (que foi chamada de Montanha Kuafu), e ao seu norte surgiu um exuberante pomar de pessegueiros, que nasceram a partir de seu cajado. Esse pomar se expandiu pelo território, fornecendo muita sombra para as pessoas se protegerem do sol e seus pêssegos as mantinham alimentadas e hidratadas.

Alguns estudiosos deduziram que o mito de Kua Fu seja uma alegoria para a ação planejada por toda uma tribo em busca de uma fonte de água. Perseguir o sol significaria que tal tribo teria migrado em direção ao oeste em busca de tal fonte de água.


fontes:
  • http://english.visitbeijing.com.cn/a1/a-XB42XC4B6D4E057C5B7B4E
  • A Chinese Bestiary: Strange Creatures from the Guideways Throught Montains and Seas, de Richard E. Strassberg
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

Nenhum comentário:



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby