Image Map

2 de fevereiro de 2022

Monuca

۞ ADM Sleipnir

Arte de Rodrigo Viany (Sleipnir)

Monuca é uma criatura pertencente a mitologia e folclore da Cantábria, comunidade autônoma localizada ao norte da Espanha. Ela é descrita como sendo uma espécie híbrida resultada do cruzamento entre uma marta (um mamífero similar a uma doninha) fêmea e um gato selvagem macho, além de possuir uma pelagem composta de diferentes cores (branca, roxa, vermelho, azul e preta). É uma criatura rara, nascendo apenas uma a cada onze anos e sempre na primavera.  

Ao nascer, uma Monuca nasce com sua pelagem incolor, além de nascer completamente cega. Assim que ela conseguir se mover, ela abandona o local onde nasceu (geralmente uma caverna), vagando pelas florestas até conseguir obter a visão. Uma vez que a Monuca consiga enxergar, ela retorna até o local onde nasceu e mata sua própria mãe. Depois, ela parte novamente, indo se aninhar perto de rios e caçar pássaros e insetos em prados. Assim que descobrir o ocorrido, o gato selvagem empreenderá uma caçada contra a Monuca para se vingar.

Em sua fase adulta, a Monuca finalmente ganha sua pelagem colorida, além de às vezes atacar ovelhas e cordeiros e sugar o seu sangue. Por volta dos cinco anos de vida, geralmente uma Monuca já está tão grande e pesada que já não consegue correr nem subir em árvores. É nesse momento que o gato selvagem, seu pai, finalmente consegue pegá-la, cegando-a e deixando-a entregue à própria sorte.

Dizem que se um homem conseguir capturar uma Monuca, ela lhe trará sorte, além de ser mansa e amigável com ele. Por algum motivo, talvez devido a sua má relação com a própria mãe, Monucas são extremamente ariscas e agressivas com mulheres.



fontes:
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

2 comentários:

  1. ah então, a mãe renega o filhote monuca fazendo ele ou ela guarda rancor!?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A mãe renega o filhote ao nascer e o mesmo vai atrás dela mais tarde para matá-la.

      Excluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby