23 de fevereiro de 2013

Sekhmet

#ADM Sleipnir


Sekhmet (Sachmet, Sakhet, Sekmet ou Sakhmet) é a deusa solar e também deusa da vingança e das doenças na mitologia egípcia. É filha dos deuses Nut e Geb, esposa do deus Ptah e mãe de Nefertem. Ela era uma feroz deusa da guerra, a destruidora dos inimigos de Rá e Osíris e seu temperamento era incontrolável. 

Seu nome é derivado da palavra egípcia sekhem, que significa poder, força e ela representa o escaldante, ardente e destrutivo calor do sol. Ela possui as características de uma mulher com cabeça de leoa coberta por um véu,  às vezes com a adição de um disco solar na cabeçaSuas estátuas sentadas mostram ela segurando o ankh (a chave da vida), mas quando ela é representada caminhando ou em pé, ela geralmente tem um cetro formado a partir de papiro (o símbolo do norte ou Baixo Egito), sugerindo que ela estava associada principalmente com o norte. No entanto, alguns estudiosos afirmam que a divindade foi introduzida a partir do Sudão (sul do Egito), onde os leões são mais abundantes. 




Em sua lenda, Ra a enviou para que punisse a humanidade pelos pecados que os homens cometiam, porém a raiva de Sekhmet se tornou tão grande, que ela extrapolou matando pecadores e inocentes por igual, e ela teria destruído toda a humanidade se Ra não tivesse tido piedade dos homens. Ele então a enganou tingindo de vermelho sangue 7000 barris com cerveja, e derramou em seu caminho. Ela bebeu tudo acreditando ser sangue humano e ficou completamente bêbada. Com isso ela logo se esqueceu de sua raiva e assim a humanidade foi salva da destruição.

O centro principal do culto a Sekhmet estava em Memphis (Men Nefer), onde foi adorada como "a destruidora" ao lado de seu consorte Ptah (o criador) e Nefertem (o curandeiro).

Alcunhas

A deusa possuia várias alcunhas relacionadas ao seu papel como deusa vingadora e trazedora de doenças: "Dama Vermelha", "Dama da Pestilência", "Dama do Terror" e também era chamada de "Senhora da Vida", por seu papel como patrona dos médicos e curandeiros.




Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

2 comentários:

  1. Olá, tudo bem com você?
    Adorei o post sempre visito aqui quando quero boas informações que, em outros sites, só encontro coisa rala!
    Tempos atrás fiz um post sobre essa deusa e gostaria muito que você pudesse dar uma olhada me dizer o que achou. ;)
    https://dezmilnomes.wordpress.com/2011/05/13/sekhmet/

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Gostei do texto. Aliás, já tinha visitado o seu blog para ler o post sobre a Morrigan. Muito bom!

      Excluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby