6 de janeiro de 2013

A Casa do Medo

۞ ADM Sleipnir


No século XX, no interior do Amazonas havia um casal e três filhos, duas meninas de 8 e 13 anos e um menino de 15 anos. O casal procurava uma nova casa para morar e decidiram se mudar para a capital, Manaus. Eles arrumaram suas coisas e no dia seguinte partiram. Ao chegarem na cidade, logo foram procurando uma casa e por fim encontraram uma casa meio antiga. Após dar uma bela olhada, o casal gostou da casa e decidiu comprá-la. 


Tudo ia bem, pegaram as malas que estavam no carro e entraram na nova casa, foram olhar tudo, a cozinha, a sala de estar… Tudo. E por fim subiram para o 2º andar para ver os quartos, tinham 4 quartos, a direita tinha o quarto de casal para os pais e perto o quarto para a Clara (8 anos) . À esquerda mais dois, o maior para a Jéssica (13 anos) e mais um pouco longe o quarto de Lucas (15 anos). Passou o tempo e foram, descer para jantar (já era de noite), o casal fez a comida enquanto os filhos estavam na sala. O mais velho Lucas decidiu contar historias de terror, ele contou sobre uma mulher que foi assassinada na própria casa e ele diz que o fantasma dessa mulher ainda assombra a cidade e detalhe: foi em Manaus mesmo! Depois disso o casal chamou os filhos para jantar e a família começou a conversar… O jantar acabou e toda a família foi para os quartos dormir. 

Mas, quando deu meia-noite as crianças começaram a ouvir barulhos estranhos vindo da cozinha, o barulho era de pratos quebrando e Jéssica decidiu: ‘vamos descer pra ver que barulho é esse?’ e então foram, mas Clara, a mais nova não gostou muito da idéia e a irmã foi segurando a mão dela e assim foram. Mas quando chegaram não viram nada de estranho e os pratos estavam nos seus devidos lugares, então subiram, mas desta vez foram dormir no quarto de Jéssica que era maior e ficaram todos juntos. Até que pegaram no sono, mas aí ouviram passos vindo lá de perto e a mais nova acordou e disse ‘eu vi uma mulher passando’, e os irmãos não acreditaram, pensaram que era para deixá-los assustados. Amanheceu o dia e as crianças foram passear e encontraram um homem passando pela rua e a Jéssica perguntou: ‘Você sabe alguma coisa dessa casa?’ e o homem falou: ‘sim, a antiga dona, Catarina morou aqui por muitos anos, ela foi assassinada aqui mesmo na casa dela, era um dia qualquer e um ladrão entrou na casa e ela tentou reagir e ele a matou, só um ano depois o seu corpo foi descoberto e o seu espírito ainda está nessa casa para se vingar’. 

Depois dessa história eles chegaram a uma conclusão: de que os barulhos que eles ouviram eram do fantasma da Catarina, foram falar para os pais, mas eles não acreditaram… Anoiteceu e eles se reuniram de novo no quarto de Jéssica e ficaram esperando dar meia-noite (o mesmo horário que o fantasma apareceu), quando deu a hora os barulhos começaram, mas dessa vez, o barulho dos pratos quebrando vinha acompanhado com o barulho de portas batendo e quando de repente a janela se abre sozinha e bate um vento forte no quarto e um vulto passa por perto das crianças e a mais nova disse: ‘era desse fantasma que eu tava falando!’, depois disso eles saíram correndo e foram se esconder na sala de televisão trancou a porta e ficaram debaixo da coberta de tanto medo. O tempo foi passando até que eles dormiram, o dia clareou e os pais foram à procura dos filhos e foram na sala e bateram a porta e os filhos foram chorando com os pais assustados. 

Nesse mesmo dia, o pai das crianças foi falar com o mesmo homem que eles tinham ido perguntar sobre a casa e o homem afirmou o que antes tinha falado e então o pai das crianças decidiu: ‘vamos ir embora dessa casa hoje mesmo!’. Chegou em casa, falou com a esposa e imediatamente eles arrumaram as coisas e foram embora. Compraram uma casa em um condomínio fechado e nunca mais passaram na rua daquela casa assombrada e tudo voltou ao normal, não tinha mais barulho de portas batendo, janelas abrindo sozinhas e pratos quebrando, a casa fechou e depois desse dia nunca mais foi habitada por ninguém e o espírito da mulher permanece na casa até hoje. Essa história é real e o espírito dessa mulher ainda vive lá nos dias de hoje depois de 100 anos…

créditos: terrordameianoite.tumblr.com
Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

9 comentários:

  1. Respostas
    1. Fala sério!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
  2. Aiai, o que vale é a intenção né...

    ResponderExcluir
  3. esse site me ajudou muito em meu trabalho................

    ResponderExcluir
  4. Dois pelos do meu braço ficaram arrepiados

    ResponderExcluir
  5. O enredo da história bom, mas a narrativa precisa melhorar um pouco. Ficaria bem melhor com alguns ajustes. Mas está indo bem... E adoro o site!

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby