1 de março de 2021

Ek Chapat

۞ ADM Sleipnir

Ek Chapat, também conhecido como "Senhor Centopeia" (do maia ek,"senhor;  e chapat, "centopeia") é uma terrível criatura dita pertencer à mitologia maia. Ela é descrita como uma centopeia gigante, possuindo cem pernas (como seu nome já sugere) e sete cabeças humanas. 

Habitando as florestas do território maia (segundo alguns relatos ela habitava Xibalba, o submundo), Ek Chapat possuía um modo de agir semelhante à Esfinge do mito grego de ÉdipoEla abordava os viajantes perdidos com enigmas estranhos e enganosos, obrigando-os a respondê-los para que pudessem continuar seu caminho. Caso o viajante não conseguisse responder corretamente, era devorado vivo pelas sete cabeças da criatura. Se deparar com uma trilha de crânios e ossos numa  floresta era o sinal de que Ek Chapat estava próximo.

Arte de Israel Bárron

Conta-se que se a pessoa respondesse o enigma corretamente, Ek Chapat lhe concederia desejos ou lhe ofereceria seus dons extraordinários, como ser capaz de se comunicar com plantas e pedras, ou transformar-se em diferentes animais. Porém, pelo que se sabe, somente um indivíduo foi capaz de adivinhar seu enigma. Este indivíduo era chamado de "Coração Turbulento", e vivia próximo a uma cidade mexicana hoje conhecida como Valladolid. Um dia, enquanto caminhava pela floresta, Coração Turbulento acabou encontrando com Ek Chapat, que lhe recitou um enigma dito impossível de ser decifrado por um ser humano. 

O homem estava perdido, mas naquele momento um deus (não se sabe qual) resolveu ajudá-lo confiando-lhe a resposta do enigma. Coração Turbulento respondeu ao enigma corretamente, deixando Ek Chapat chocado já que isso nunca havia acontecido. A criatura então ofereceu ao Coração Turbulento a oportunidade dele possuir os mesmos poderes que ela, porém, temendo se tornar como Ek Chapat, Coração Turbulento recusou. Ek Chapat não aceitou a recusa, e os dois se enfrentaram num combate até a morte, onde Coração Turbulento saiu vencedor. Desde então, as florestas ficaram livres e os homens puderam caminhar por elas sem temerem ser devorados pela criatura

Uma versão da lenda sobre Ek Chapat conta que ele era o sentinela de um local que servia de covil para um terrível gigante também devorador de homens chamado Ua Ua Pach.


fontes:

Apoie nosso trabalho! Deixe um comentário, dê sugestões, elogie, critique. Mantenha o blog vivo. Siga-nos também no instagram @portaldosmitos

6 comentários:



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo. Porém pedimos que evitem:

1)Xingamentos ou ofensas gratuitas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Desrespeitar gratuitamente o autor da postagem ou outro visitante. Mantenha a polidez;
6)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby