Image Map

18 de julho de 2022

Pincoya

۞ ADM Sleipnir

Arte de Feig

Pincoya (ou La Pincoya) é um espírito feminino das águas pertencente à mitologia chilota. Ela é descrita como uma mulher jovem de beleza incomparável, possuindo cabelos dourados e surgindo praticamente nua em meio ao mar, tendo seu corpo coberto apenas por algas. Ela é filha de Millalobo, o governante dos mares e Huenchulaum jovem que certo dia foi sequestrada por ele e levada ao seu reino marinho, posteriormente tornando-se a guardiã da fecundidade do oceano. Juntamente com sua irmã, a Sirena Chilota (uma sereia encarregada de cuidar de todos os peixes) e seu irmão (e marido) Pincoy, a Pincoya ajuda a transportar as almas dos marinheiros mortos para o navio fantasma Caleuche, onde os mesmos retornam à vida e se tornam seus eternos tripulantes.

A Pincoya é também um ser que personifica a fertilidade do mar. Dizem as lendas que ela costuma aparecer nas regiões costeiras de Chiloé, e nessas ocasiões ela executa uma espécie de dança ritualística, embalada por uma bela e estranha canção cantada por Pincoy. Se ela executar essa dança virada de frente para o mar, o mesmo proverá aos pescadores uma abundância de peixes, mas caso ela dance virada para a terra firme, haverá escassez dos mesmos.

Arte de Chris Vares

Mitos

O Sequestro de Huenchula

Huenchula era um jovem pertencente ao povo huilliche, nascida da união de uma machi chamada Huenchur e um lenhador. Sua família vivia na costa do Pacífico da Ilha Grande de Chiloé, em um lugar localizado entre o lago Huelde e o lago Cucao, e ela em particular era reconhecida nos arredores por sua beleza. 

Como parte de suas tarefas domésticas, Huenchula tinha que buscar água todos os dias no lago Huelde. Um dia, ao voltar de seus afazeres, ela disse à mãe que não gostava de ir até o lago buscar água, não pelo esforço que ela tinha que fazer, mas por medo de alguém que todos os dias a observava enquanto o fazia. Ela descreveu esse alguém como sendo uma espécie de homem com forma ou feições de um leão marinho, e que o mesmo costumava contemplá-la das águas.

Sua mãe então alertou-a para não olhasse diretamente para a água do lago, pois ela poderia não ver mais seu reflexo, e sim o Millalobo, que tomaria seu reflexo como disfarce para continuar observando-a sem ser notado. Huenchur também lhe alertou que caso ela seguisse seu conselho, não teria o que temer, pois o Millalobo não costuma pisar em terra firme (fazê-lo lhe provocava tremores terríveis em seu corpo, como se ele sentisse muito frio). Apesar dos conselhos da mãe, Huenchula acabou olhando seu reflexo nas águas, e então acabou sendo seduzida pelo Millalobo.

Certo dia, Huenchula saiu para buscar água como fazia todos os dias, porém desta vez ela não retornou. Preocupada, Huenchur  foi até o lago procurá-la, mas apenas conseguiu encontrar abandonado o recipiente que sua filha usava para pegar água. Supondo que Huenchula havia sido de fato sequestrada pelo Millalobo, a mulher começou a chorar, pois tinha certeza de que jamais veria a filha novamente.

Arte de totto.art

O Nascimento de Pincoya

Após um ano, Huenchula retornou à casa de sua mãe carregando em seus braços um embrulho que aparentava se tratar de uma criança, embora não fosse possível ver o que havia dentro dele. Ela cumprimentou a mãe com naturalidade, como se ela nunca tivesse se separado dela e então lhe contou que havia se casado com um peixe. Huenchula também lhe disse que tinha convidados para o jantar, os quais eram pessoas muito importantes e amigos de seu marido, e que sairia para recebê-los. Ela então pediu à mãe que embelezasse a casa para eles, e também pediu que cuidasse do embrulho que ela trouxe consigo, mas avisando-lhe para que não o abrisse sob nenhum motivo enquanto ela estivesse fora.

No entanto, Huenchur não resistiu à curiosidade e desembrulhou o embrulho, na esperança de encontrar a neta dentro. Para o seu espanto, o que ela encontrou foi apenas uma poça de água, enquanto avistou uma pequena forma luminosa que emitia um um som similar a um apito sair da casa. Alertada pelo som, Huenchula voltou para casa e repreendeu sua mãe por não ter sido paciente, e dizendo-lhe que ela havia perdido a oportunidade de conhecer sua neta. Insatisfeitos, os convidados de Huenchula também se foram, e ela se foi junto com eles, para nunca mais voltar.

Ao chegar ao mar, Huenchula foi chorando até seu marido, o Millalobo, e contou-lhe o que havia acontecido. Millalobo então a tranquilizou dizendo para que ela parasse de chorar, pois sua filha não estava morta. Logo depois de dizer isso, uma bela jovem chamada Pincoya surgiu. Muito feliz, Huenchula se uniu ao marido e a filha, e assim todos passaram a viver no palácio que Millalobo tem no fundo do mar. Com o passar dos anos, Huenchula e Millalobo teriam mais dois filhos: o Pincoy e a Sereia Chilota.

Arte de Sol Devia
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

Nenhum comentário:



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby