Image Map

6 de outubro de 2013

Apep

۞ ADM Sleipnir


Apep (também Apop, AapepApepi, Aphopis, Apófis) é um antigo espírito egípcio do mal, escuridão e destruição pertencente a mitologia egípcia. Existem muitas variações de seu nome, mas normalmente esta criatura é conhecida como a "serpente da lua". Apep foi chamado durante o período romano de "aquele que foi cuspido", pois havia nascido após a saliva da deusa Neith tocar as águas primevas (Nun).

Às vezes, Apep é descrita como uma serpente com uma cabeça humana, às vezes apenas como uma grande serpente de 16~30 metros de comprimento ou como um crocodilo contorcido. Ela vive no fundo do Nilo celestial e personifica todas as características sombrias da existência, como a morte, o caos e a destruição. O corpo da serpente é ondulado como uma mola e isso lhe permite atirar-se para fora de seu esconderijo e engolir sua presa. Além disso ela usa hipnose como arma, tendo em alguns mitos, hipnotizado Rá e toda a sua comitiva. Apep comanda muitas hordas de demônios, a maioria possuindo qualidades de serpente do fogo.


As infelizes almas dos mortais, ao fazerem sua passagem desta vida para a próxima tornavam-se vítimas da Apep. Se ela as devorasse com sucesso e as partisse em pedaços, elas estariam condenadas a serem formas imateriais para sempre. No entanto, algumas pessoas eram resgatadas pelos deuses e levadas para os reinos celestiais.

Apep é um inimigo jurado dos deuses, principalmente do deus Rá. Ela vive no subterrâneo durante o dia, porém ao anoitecer, ela sai para tentar matar Ra, mas nunca tem êxito na sua missão, pois sempre acaba tendo que enfrentar alguma outra divindade e acaba sendo morta. Alguns dos que lhe derrotaram foram Bastet, Aten, Seth, Mafdet, dentre outros. Sendo imortal, ela renasce no dia seguinte e se prepara para mais uma vez tentar eliminar seu odioso inimigo.


Alguns dizem que a figura de Apep é derivada dos mitos babilônicos de Belmarduk e Tiamat. Apep não possuía nenhum tipo de culto ou adoração, mas os antigos egípcios realizavam rituais para se protegerem contra ele - pois ele era uma ameaça não apenas contra as pessoas e os deuses, mas contra Ma'at (a justiça) e a própria criação. 

Como a personificação do mal, Apep está relacionada a eventos assustadores, como escuridão repentina (os eclipses solares eram interpretados como sendo Apep cobrindo o sol enquanto tentava engolir a barca solar de Ra), tempestades e terremotos. Nesse aspecto, Apep era ligada a Seth, que também tinha os eclipses, tempestades e terremotos atribuídos a ele. Apep não é um ser que busca dominar o mundo, mas sim a sua total destruição.

NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

5 comentários:

  1. então, ele ia para cima de vários deuses sem medo? esse aí tem coragem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque é um ser de caos e destruição. Na mitologia egípcia,Apep odeia a criação,e o objetivo dele é,na verdade,devorar o deus Rá. Porque como na mitologia egípcia,Rá criou tudo, todos os deuses, humanos e seres dependem de Rá. Se o Rá morrer,o universo seria destruído. Se o Apep matar o Rá,vai estar matando todo o universo.

      Excluir
    2. Apep é lokasso, meu amigo KKK

      Excluir
  2. O que eram demônios na mitologia egípcia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, primeiramente, apesar de geralmente chamados de demônios egípcios, o termo "demônio" propriamente não existia ou era usado pelos egípcios. O que se conhece como demônios são espíritos e criaturas que causam males aos humanos e eram temidos por eles. Basicamente existiam 2 classes, os que habitavam o reino dos mortos (inclusive sendo retratados em papiros funerários) e os que viviam e vagavam pelo mundo dos homens espalhando doenças e até mesmo possuindo pessoas.

      Excluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby