Image Map

14 de novembro de 2014

Ceuci

۞ ADM Sleipnir


Ceuci (tupi: "mãe do pranto", também grafado Ceuici, Ceucy, Cyucy, Ceichu, Ciyucê ou Ciuce) é uma deusa virginal tupi-guarani, protetora das lavouras e das moradias. Era filha dos deuses Tupã e Luaci, e mãe de Jurupari, considerado o "Moisés" dos Tupis". Sendo uma deusa virgem e sem nenhum consorte, sua gravidez se deu de forma miraculosa.

Certo dia, Ceuci descansava debaixo da sombra de uma árvore amazônica chamada Cucura (ou Purumã, dependendo da versão do conto), cuja a ingestão de seus frutos era proibida às moças no dia em que estivessem em período fértil. Ao avistar os belos frutos maduros da árvore, Ceuci não se conteve e apanhou um deles para comer. O caldo do fruto acabou escorrendo pelo seu corpo nu, alcançando suas partes íntimas e fecundando-a.

Arte de Rodrigo Viany (Sleipnir)

Alguns meses depois, a sua gravidez ficou evidente, e o conselho de anciãos de sua aldeia resolveu punir Ceuci com o exílio. Longe de sua aldeia, Ceuci deu a luz à Jurupari, "o Filho do Sol". Jurupari foi enviado a terra pelo próprio sol, para reformar os costumes da terra e também para encontrar a mulher perfeita, com a qual o sol pretendia se casar.

Com  apenas sete dias de vida, Jurupari já tinha a aparência de uma criança de dez anos, e sua sabedoria atraiu a atenção de todos, que passaram a ouvir suas palavras e o ensinamento dos novos costumes, que colocavam um fim na sociedade matriarcal e instituíam o patriarcado. Jurupari instituiu grandes festas cerimoniais, as quais somente os homens podiam tomar parte, e onde ele aproveitava para passar seus ensinamentos. Isso tudo acabou afastando Jurupari de sua mãe.

Inconformada com essas novas leis e também com saudades de seu filho, Ceuci resolveu uma noite ir espiar o cerimonial dos homens, uma infração que era punida com pena de morte. Furtivamente, ela entrou no território onde os homens estavam reunidos, mas antes do término do cerimonial, Ceuci foi fulminada por um raio enviado por Tupã (outras versões afirmam que foi o próprio Jurupari quem conjurou o raio, sem reconhecer que era sua própria mãe quem os espiava). Jurupari foi imediatamente chamado para ressuscitar Ceuci, mas nada fez, pois não podia abrir precedentes em suas leis. Jurupari então diz:

-Morreste mãe, porque desobedeceste à lei de Tupã. É a lei que eu vivo a ensinar. Não vou te ressuscitar, mas te recomendo: sobe, bela, radiante e pura para um mundo melhor. Cumpriste a verdadeira missão de mãe, que sempre é cheia de amor, renúncia, desenganos e sofrimento. Meu pai vai recebê-la de braços abertos lá no céu.

O corpo da deusa, então, cheio de luminosidade, começou a subir. Ele atravessou o espaço e transformou-se na estrela mais resplandecente da constelação das Plêiades. Ela permanece lá até hoje, para lembrar aos selvagens o respeito às leis de Jurupari, o Filho do Sol.

Ceuci, arte presente na HQ Sawe, de Tom Gomes, em campanha no Catarse

NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

4 comentários:

  1. Brigaaaada!!!!! E Jurupari, não gostei de você U.U mas isso não significa que a postagem foi ruim, só acho suspeito vir um cara trocando o sistema matriarca por patriarcal quando o sistema patriarcal era coisa dos portugueses, na maioria das vezes... Mas enfim, postagem bem legal XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente essa história da mudança de sistemas foi uma inserção posterior.

      Excluir
  2. Na minha opinião,as lendas brasileiras tem um grande potencial sim. O problema é o modo como os brasileiros interpretam e julgam. Se fosse um artigo sobre os deuses do olimpo, todo mundo estava chupando ovo,falando hades fodão,zeus todo poderoso... vão valorizar o que nós temos de cultura,assim nós fazemos o brasil crescer em vários aspectos...Daí não adianta sair daqui e parar num outro artigo reclamando de filmes,livros,quadrinhos,músicas e etc... que são de origem brasileira,vocês mesmos são culpados disso,pois quando se trata de outras culturas vocês dão até a bunda!

    ResponderExcluir
  3. Eva comeu uma maçã...Deuses que traem Deuses com outros Deuses ou semi Deuses sempre têm um filho zoado..com guampas, pés de bicho etc..
    Alguns fazem referencia a psiquê humana e suas bizarrices..mas acreferencia sempre será o bizarro..a instalididade emocional o bem o mau...o castigo..
    Sim os Deuses da Mitologia Brasileira tbęm tem regerencia humana...
    Em algumas culturas pelo mundo ter um filho com seis braços é coisa dos deuses..
    Primeiro temos de saber os contextos de cada mito e como se enquadram.

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby