18 de novembro de 2014

Huldra

۞ ADM Sleipnir



Huldra (também Skogsra ou Tallemaja) é uma espécie de fada ou espírito das florestas pertencente à mitologia escandinava.  É descrita como uma bela e sedutora mulher, com um buraco em suas costas semelhante a um tronco velho e uma cauda de raposa ou vaca. 

Huldras são sempre do sexo feminino e são dotadas de força sobre-humana, poderes sobrenaturais e alta resistência a ferimentos. Segundo as lendas, elas costumam aparecer aos humanos em meio à neblina ou chuva, de forma gentil e amigável. Costumam estar vestidas como damas, e se preocupam em esconder sua cauda por baixo de sua saia e o buraco de suas costas com os cabelos. Elas possuem impulsos sexuais hiperativos e gostam de seduzir e atrair os homens para dentro da floresta, com o objetivo de ter relações sexuais com eles. Se o homem atraído por uma Huldra for capaz de satisfazer suas necessidades sexuais, ela o deixará vivo e até mesmo o abençoará com o seu poder. No entanto, se o homem não puder satisfazê-la, ela irá matá-lo. 



Mesmo que um homem consiga satisfazer sexualmente uma Huldra, isso não garante a sua segurança, pois ele se torna obcecado por ela e irá retornar todos os dias para se relacionar com ela. Eventualmente, acabará ficando esgotado e se não puder satisfazê-la mais, será morto. 

Assim como outros tipos de fadas, as Huldras raptam crianças humanas e deixam para trás um de seus próprios filhos em seu lugar. Elas também podem se casar com homens mortais, porém não podem entrar em igrejas. Se o fizer, sua cauda cairá e sua beleza se transformará em eterna feiura.

Proteção

Existem algumas formas de se proteger das Huldras. Como a maioria das fadas, Huldras temem objetos de ferro e sal, portanto basta carregar algo feito de ferro e/ou um punhado de sal e ela não se aproximará. Caso uma Huldra encante um homem, ele deverá amarrar em si próprio alguns ramos de Tibast Vandelrot, duas ervas nativas da região escandinava. Essas ervas fazem com que a Huldra perca o interesse pelo homem. Conta-se também que ver o buraco em suas costas quebra o seu encanto. 


Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

13 comentários:

  1. Adorei. Me identifiquei e queria saber mais sobre Huldras, mas não encontrei sites tão bons quanto esse falando sobre isso. Por favor, poderiam me dizer quais as fontes de pesquisa? Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLá! Minhas fontes de pesquisa para esta postagem foram todas em inglÊs, e não me lembro de todas, infelizmente. Segue abaixo 2 links dos quais me lembro de ter consultado:

      http://thedemoniacal.blogspot.com.br/2009/12/huldra.html
      http://www.mythicalcreatureslist.com/mythical-creature/Huldra

      Excluir
  2. Acabo de assistir um filme no Netflix onde um dos personagens é uma huldra. Chama-se "Segredo Sombrio".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também cheguei aqui por ter visto esse filme, achei muito foda a história e a Thale kkk

      Excluir
    2. Opa, é nois haha, também cheguei aqui por ter visto esse filme e logo fui pesquisar sobre esse ser; fodinha a Thale hein, hah

      Excluir
    3. É três então, acabei de assistir no netflix. Kkkkkkkk

      Excluir
    4. São 4 agora...Kkkk
      Curti muito o filme.

      Excluir
  3. Tb acabei de ver o filme,o que me despertou a curiosidade sobre esses seres .
    Gostei muito do esclarecimento!

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito mais queria saber mais de relatos de pessoas ou relatos de aparições ou algo parecido

    ResponderExcluir
  5. Acabei de assistir Thale ou Segredo Sombrio como traduziram aqui para o Brasil. Gostei bastante da explicação, concisa e esclarecedora. Se alguém tiver mais fontes sobre esse ser, me fale. Me interesso bastante por mitos e contos folclóricos.

    ResponderExcluir
  6. Acabei de assistir segredo sombrio no netflix, o lance da huldra me deixou curioso, queria saber mais a respeito.

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby