25 de fevereiro de 2015

Mylings

۞ ADM Sleipnir


Os Mylings (também conhecidos como Utburds ou Ihtiriekko) são, de acordo com o folclore escandinavo, as encarnações fantasmagóricas das almas de crianças que não receberam um funeral adequado. Geralmente, essas crianças eram abandonadas logo após o nascimento e, do ponto de vista de determinadas denominações cristãs, a elas era negado o batismo, a aceitação na Igreja, e um enterro apropriado. Como tal, suas almas são impossibilitadas de descansarem em paz, sendo forçadas a vagarem pela terra até que consigam convencer alguém a enterrá-las corretamente.

Mylings possuem a aparência de crianças pálidas, sujas e desnutridas. Acredita-se que sua aparência seja semelhante a que eles teria se não tivessem morrido.

Algumas histórias afirmam que os Mylings são espíritos de crianças que foram concebidas fora do casamento, ou então crianças nascidas em famílias pobres. Essas crianças eram geralmente entregues a mulheres conhecidas pela alcunha de "angel-makers" (fazedoras de anjos), que recebiam uma boa quantia em dinheiro para encontrar um bom lar para essas crianças, mas, após receberem seu pagamento, elas matavam as crianças, na maioria das vezes afogando-as ou então as abandonavam, entregando-as à própria sorte. Acreditava-se que os fantasmas dessas crianças, então, passavam a assombrar o lugar onde elas morreram ou, como contam inúmeras histórias, as habitações de seus assassinos.


Quando viajantes solitários passam próximo à área onde foram abandonados, os Mylings os perseguem, tentando saltar sobre eles. Se um Myling consegue agarrar seu alvo, ele não solta enquanto o mesmo não o levar para o cemitério mais próximo e não o enterrar de forma apropriada. À medida que vão se aproximando do cemitério, os Mylings tornam-se mais e mais pesados. Se a vítima parar ou não se mostrar incapaz de levá-los para o cemitério, eles irão matá-la e então procurarão uma nova vítima. 

Em outros casos, o myling poderá aparecer para a sua própria mãe, e se queixar de que está com fome. Se a mãe o alimentar, um buraco irá surgir em seu peito e ela morrerá em breve, e assim a alma de seu filho encontrará a paz.


fonte: 
Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

Um comentário:

  1. cara seu blog e fenomenal, to fazendo um livro no formato bestiário impresso para dar de presente para minha namorada, e to usando seu seu blog como principal fonte de pesquisa, o bloqueio de copiar e colar não e um problema pois conheço algumas formas de desativá-las, mais não direi como por respeito ao grande trabalho que você faz e outros sites vem copiando e colocando no deles, acredito que e por isso que existe esse bloqueio aqui, quando terminar o bestiário posso mandar uma foto de como o livro ficou se você tiver curiosidade de ver kkkkkkk
    continue com o ótimo trabalho, que agora você ganho um fã de carteirinha kkkkk
    e também desculpa ai pelo comentário gigante, =D

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby